O Parque Potycabana, em Teresina, é um dos lugares que possuem internet gratuita 

Vinte e um meses após implantação, o serviço de internet livre do Governo do Piauí, disponibilizado pela Agência de Tecnologia da Informação do Estado (ATI), através do projeto Piauí Conectado, atingiu a marca de 4.013.830 milhões de conexões. O monitoramento teve início em maio de 2016 com a divulgação mensal do ranking de conexões. Só no mês de janeiro deste ano foram registrados 237.194 acessos.
A jovem Milany Alves, que mora no município de Guaribas (656 quilômetros de Teresina), concluiu o ensino médio e agora cursa Administração na modalidade de Ensino à Distância, o que tem sido possível graças ao ponto de conectividade instalado em sua cidade.
“Uso a internet livre para pesquisar meus trabalhos escolares, para me informar sobre notícias do mundo, sobre serviços, vagas de emprego, para me comunicar com pessoas distantes ou não tão distantes assim, resumindo, eu uso a internet para praticamente tudo”, conta a estudante.
Atualmente, 15 municípios piauienses possuem locais de conectividade abertos para uso da população em espaços de apelo popular como bibliotecas, parques e praças. Sessenta e cinco pontos de internet livre estão distribuídos nos municípios de Teresina, Guaribas, Piripiri, Luís Correia, Cajueiro da Praia, Paes Landim, Canto do Buriti, Guadalupe, Luzilândia, Cocal dos Alves, Marcos Parente, Curralinhos, São Raimundo Nonato, União e Parnaíba.
A ampliação do Piauí Conectado acontecerá de modo acelerado a partir da contratação de uma Parceria Público Privada (PPP), que vai construir uma rede de dados para o estado com fibra ótica, permitindo a modernização de diversos outros serviços como a universalização do ensino à distância na rede de ensino estadual, uso da telemedicina na área da saúde, outros.
(*) Salomão Prado, Oitomeia

Reações:

Postar um comentário

 
Top