Fadado ao esquecimento e degradante nos últimos seis anos, o carnaval da cidade de Barras, distante 120 Km ao norte do Piauí, já chegou a ser o melhor e mais animado do Estado, atraindo turistas até de outras unidades da federação. 

Usado por administrações passadas como "lavagem de dinheiro" com a contratação de empresas e bandas de músicas com valor acima do real, aos poucos tornou-se corroído pela corrupção, daí a má qualidade nos serviços prestados aos turistas contribuiu para o afastamento dos mesmos, além da falta de investimento financeiro dos poderes públicos e privados.

Em 2018, com a falta de dinheiro e a prefeitura endividada devido as más gestões dos últimos prefeitos, o atual Carlos Monte se viu literalmente com as "mãos na cabeça". Pressionado pelo povo para que realizasse investimentos a altura da tradição do carnaval barrense e sem dinheiro para tal, Monte preferiu não arriscar e fazer uma "festa caseira", totalmente direcionada aos barrenses e com investimento máximo de até 150 mil reais.

Com muitas críticas nas redes socais, especialmente no Facebook, o prefeito Carlos Monte se defende dizendo que, "não seria irresponsável ao ponto de usar dinheiro público com festa popular, enquanto tem que parcelar dívidas astronômicas deixadas pelos ex-gestores; enquanto os barrenses clamam por melhorias nas áreas de saneamento básico, educação, saúde, esporte e cultura". Diz ainda o prefeito, que; "Não consegui colocar em prática ainda os projetos que tenho para Barras, afundaram a prefeitura em dívidas, tenho que primeiro pagá-las, preciso que a população entenda isso. Nossos propósitos para Barras são os melhores, mas não é da minha formação moral cometer atos que fujam aos exemplos de vida que recebi dos meus pais e aos que conquistei com a minha vida de estudo e trabalho", finalizou o chefe do executivo.

Já tendo recebido até 20 mil turistas em anos passados, com poucas pessoas nas ruas e balneários, o Carnaval de Barras este ano se resume a shows noturnos numa rótula que fica no cruzamento da Rua General Thaumaturgo de Azevedo com a Avenida Deputado Pinheiro Machado, onde cerca de 3 mil pessoas por noite, brincam até as primeiras horas da manhã do dia seguinte. No mais, só o exagero de manchetes e textos publicados em poucos sites pagos mensalmente pela prefeitura, citando que "o Carnaval de Barras está sendo o melhor do Planeta Terra", mas as imagens e os reclames nas redes sociais, dizem tudo.




Reações:

Postar um comentário

 
Top