Um grave acidente marcou o Dia de Natal na PI-113, rodovia estadual que liga Barras a Teresina. Seis pessoas estavam no veículo, entre elas duas crianças. O carro era conduzindo por uma mulher. Ela perdeu o controle do veículo após desviar de um buraco na PI 113, estrada mal cuidada e responsabilidade do DER-PI e Governo do Estado do Piauí.
O grupo de pessoas vinha de Esperantina - cidade da Região da Grande Barras -, e se dirigia para Timon, no Maranhão. A condutora esteve em estado gravíssimo, segundo coordenador do Grupo de Apoio Voluntário - GAV, Francisco Sampaio, responsável pelos primeiros socorros após o acidente. Outra passageira teve fratura de coluna. Um rapaz que estava no veículo teve uma  pancada na altura do abdômen e as duas crianças tiveram fraturas. “Outra jovem que ocupava o carro não apresentou nenhum problema. Ela está consciente. O acidente aconteceu quando ela foi desviar de um buraco na altura do local onde recentemente houve um acidente com militares do Exército Brasileiro. A condutora do veículo foi levada para o Hospital Regional Leônidas Melo, em Barras.

Vítima do acidente morre no Hospital Regional Leônidas Melo, em Barras
A paciente, Maria Neudes da Silva Sousa, que sofreu acidente no início da tarde desta segunda-feira, 25 de Dezembro, morreu em decorrência do impacto do capotamento na PI 113, estrada que liga Barras a Cabeceiras. A condutora do veículo tentou desviar de um buraco na mal conservada estrada de responsabilidade do Governo do Piauí.
De acordo com a enfermeira Márcia Magalhães, do Hospital Regional Leônidas Melo, de Barras, a paciente não chegou a ser transferida para atendimento em Teresina. Ela veio a óbito por volta das 14h30min. “Ela chegou a ser estabilizada no hospital em Barras, mas não chegou a ir para Teresina porque não tinha condições por conta do traumatismo abdominal e hemorragia interna”, explicou.
As rodovias estaduais são de alto risco em todo o Piauí, devido a falta de sinalização e reparos nas pistas. O DER-PI, órgão do Governo do Estado responsável pela conservação das estradas, geralmente presta péssimo serviço e transformou-se no longo dos anos em apenas um "cabide de empregos" para aliados do Governador Wellington Dias, do PT.

(*) Com informações adicionais do portal Longah
Reações:

Postar um comentário

 
Top