Cerca de sete mil pessoas participaram da “Caminhada muitas vozes por Landel Franklin”, realizada na tarde da última Segunda-feira, 2 de Setembro, na cidade de São Pedro do Piauí, distante 110 Km ao sul de Teresina. A multidão se vestiu de preto e seguiu em caminhada pela principal avenida Presidente Vargas, desde o bairro Alto da Cruz até o centro da cidade, onde foi feita o encerramento na praça da Igreja Matriz. O objetivo foi homenagear a memória do professor Landel Franklin e cobrar do Estado medidas de policiamento e fazer com que a morte do professor não fique impune. No final do evento foram colhidas assinaturas em um abaixo assinado, cobrando por mais segurança na cidade. Outros crimes considerados violentos também foram lembrados.
O professor Landel foi morto covardemente na noite do último dia 26 de setembro durante uma tentativa de assalto. O crime aconteceu na rodovia que liga São Pedro à cidade de Agricolândia. O professor Landel era servidor da Escola Landri Sales, no centro da cidade.
As pessoas questionam que a única atitude da Polícia para combater a violência tem sido fazer blitz nas cidades, mas que nessas blitz não apresenta nem armas apreendidas e nem bandidos presos, tão somente carros tomados por estarem com IPVA atrasado, o que justifica as afirmativas de muitos de que a PM-PI está a serviço do Governo do Estado para arrecadar dinheiro para os cofres públicos, já que cerca de 30% dos veículos que circulam no Piauí, estão com documentação atrasada.


O evento realizado nessa segunda-feira reuniu prefeitura, secretarias municipais, escolas da rede estadual e municipal, representantes de igrejas, comerciantes e toda sociedade de um modo geral. A diretora da escola, Jayslene Menezes, fez um discurso emocionado no início da caminhada, onde cobrou das autoridades mais policiais para que possam fazer uma segurança eficiente, fazendo com que todos os cidadãos tenham direito de ir e vir e que a sociedade não se torne refém da criminalidade. A diretora disse que somente três policiais militares não tem como fazer a segurança de toda cidade.

O prefeito Junior Bill, professores, alunos, parentes, amigos e admiradores do jovem professor seguiram emocionados durante todo o percurso. Foi feita uma parada em frente à escola na qual o professor trabalhava, onde foi feito discursos em memória do professor. Foi feito também um minuto de silêncio encerrada frases de apoio e com palmas dos participantes.


A caminhada foi encerrada na praça central, onde foram colhidas cerca de duas mil assinaturas em um abaixo assinado clamando por mais segurança na cidade. As assinaturas foram entregues ao prefeito Junior Bill, que entregará pessoalmente cópias ao secretário de Estado de Segurança Pública e ao comandante da Polícia Militar do Piauí. O evento foi encerrado com discursos das autoridades.
O vereador presidente da Câmara, Napoleão, disse que é necessário que todos os vereadores se unam para cobrar das autoridades por mais segurança. O vereador disse também que todos deverão se unir em torno dessa causa e uma audiência pública será feita para discutir o tema.
O prefeito Junior Bill disse que uma reunião será feita com vários prefeitos para tratar sobre a violência que vem aumentando a cada dia na região do Médio Parnaíba. Junior Bill disse ainda, que o abaixo assinado será entregue às autoridades competentes, onde também será feita pessoalmente uma cobrança. “Não podemos viver com essa insegurança, é preciso que todos entre nessa guerra para combater a onda de violência que assola a nossa cidade”, disse o prefeito.

Fonte: Portal Canal 121
Reações:

Postar um comentário

 
Top