Assim como nós, o amor também se transforma ao longo do tempo. É o que o psicólogo Jed Diamond definiu, em artigo para o site MenAlive, como as cinco fases do amor. O problema é que, de acordo com o especialista, a maioria das pessoas desistem durante o terceiro estágio da relação. Conheça quais são essas fases e como elas funcionam:

1ª fase - Paixão
Essa é a parte mais envolvente do relacionamento. "É tão maravilhoso porque ficamos inundados de 'hormônios do amor', como a dopamina, oxitocina, serotonina, testosterona e estrogênio", conta Diamond. Essas substâncias são responsáveis por causar uma grande sensação de bem-estar no casal.
2ª fase - Comprometimento
Nesse momento, a relação ganha a sensação de solidez e calmaria. Os laços se fortalecem, vocês começam a formar sua própria família em alguns casos. "Nós nos sentimos seguros, cuidamos e apreciamos o outro. Ficamos próximos e nos protegemos. Pensamos frequentemente que esta é a fase final do amor e esperamos que dure para sempre", explica ele.
3ª fase - Desilusão
Chega o momento em que a maioria das relações se encerram. Pode surgir de forma abrupta ou aos poucos, mas vai tornando pequenos problemas em grandes irritações, tirando lugar da felicidade que antes tomava conta da rotina do casal. "É a fase em que o nosso corpo, mente e alma mais ficam doentes. Nos perguntamos onde a pessoa que um dia amamos foi parar. Desejamos o amor que tivemos uma vez, mas não sabemos para onde foi ou como recuperá-lo", conta o psicólogo.
Por outro lado, outros casais aproveitam esse momento para aprender a apreciar ainda mais a pessoa que tem ao lado, livres das projeções e expectativas irreais do companheiro ideal.
4ª fase - Amor real
Já neste período, após superar grandes dificuldades na fase anterior, a relação ganha mais força. O casal percebe que o amor que sentem é muito maior do que imaginavam. A cumplicidade fica ainda mais alta. "À medida que entendemos melhor e aceitamos nosso parceiro, podemos aprender a amar a nós mesmos cada vez mais profundamente", diz.
5ª fase - Transformação
Por fim, o casal entra em um estado de plenitude, sem dar margem para preocupações. Eles sabem que unidos podem ir mais longe. Entendem que tudo o que viveram para se autotransformarem pode ser aplicar na transformação do mundo em que vivem. "Se pudermos aprender a superar nossas diferenças e encontrar um amor real e duradouro em nossos relacionamentos, talvez possamos trabalhar juntos para encontrar um amor real e duradouro no mundo", destaca Diamond.
(*) Fonte: Minha Vida
Reações:

Postar um comentário

 
Top