O  Ministério Público do Estado do Piauí a pedido da Federação de Futebol do Piauí - FFP, deverá  pedir nos próximos dias a intervenção no Esporte Clube Flamengo, alegando irregularidades na administração do clube, sendo a mais grave a falta de prestação de contas das movimentações financeiras dos últimos três anos.
A denúncia deve  ser apresentada por um dos procuradores do Tribunal de Justiça Desportiva da FFP, que deve sugerir a nomeação de um interventor, ‘administrador provisório’,  para no prazo de trinta dias legalizar a parte administrativa do clube e realizar nova eleição.
Mergulhado em dívidas impagáveis,  a Federação de Futebol do Piauí espera resolver os problemas do clube rubro-negro piauiense o mais rápido possível, antes do início da temporada de 2018.  
O presidente da Federação de Futebol do Piauí, Cesarino Oliveira, está acompanhando a situação do filiado com cautela.
(*) Texto: José Gomes, 180 graus

Reações:

Postar um comentário

 
Top