A Polícia Civil, através do Grupo de Repressão ao Crime Organizado – GRECO, Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes – DEPRE, Delegacia Regional de Piripiri, Diretoria de Inteligência da SSP-PI e em parceria com a Promotoria de Justiça de Barras, comunica que na data de hoje (05/09) foi deflagrada a OPERAÇÃO MALUM, que tem por objetivo desarticular grupo criminoso composto por agente públicos e traficantes, que vinham praticando crimes de Tráfico, Corrupção Ativa, Passiva e Associação Criminosa na região norte do Piauí.
As informações dão conta de que foram presos 4 pessoas em Barras: Maysa, esposa do Adriano (que já esteve preso por tráfico), Mardônio, o irmão dela; Francisco Medeiros Júnior, auxiliar administrativo da Prefeitura de Barras; agente de polícia Júlio César (cunhado da Maysa). Também um rapaz identificado apenas como Neuron foi levado para a delegacia para prestar esclarecimentos, mas não ficou preso.
Ao todo foram cumpridos mandados de prisões preventivas e buscas e apreensões nas cidades de Barras, Piripiri, Piracuruca e Teresina.
Dentre os investigados encontram-se 01 Agente de Polícia Civil de Barras e 01 Agente Administrativo da Prefeitura de Barras lotado na Delegacia do município.
A Operação contou com apoio de mais de 150 policiais civis do GRECO, DEPRE, Corregedoria de Polícia Civil, Diretoria de Inteligência da SSP-PI, Gerência de Polícia do Interior, Delegacias de José de Freitas, Altos, Piripiri, Piracuruca, Pedro II, Campo Maior, Castelo do Piauí, Barras, Batalha, Esperantina, Luzilândia e 8º DP, além da COPAER e CANIL DA PM-PI.
Foi de fundamental importância para o desenvolvimento desta complexa investigação a competente atuação dos Juízes de Direito das Comarcas de Barras e Piripiri, Thiago Coutinho e João Bandeira, respectivamente, bem como da efetiva participação da Promotoria de Justiça de Barras, na pessoa do Promotor Silas Sereno Lopes.
O Delegado Geral de Polícia Civil, Riedel Batista e os coordenadores do GRECO e DEPRE, receberão a imprensa às 11h00min na sede da Delegacia Geral de Polícia Civil para fornecer maiores detalhes da Operação.


Reações:

Postar um comentário

 
Top