Por volta das 4h da manhã desta quarta-feira (06), bandidos explodiram os caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal na Avenida Barão de Gurguéia, na zona sul de Teresina. Enquanto isso a Polícia Militar fazia blitz na cidade para prender carros com IPVA atrasado, com único objetivo o de arrecadar dinheiro para a conta única do Governo de Wellington Dias (PT).
A parte dos caixas foi totalmente destruída pelos explosivos. A Polícia Militar informou que foram utilizadas bombas de dinamite. Ainda não se sabe se o bando conseguiu levar dinheiro dos caixas nem quantos caixas foram explodidos ao certo.
A polícia informou também hoje pela manhã que o vigilante de um terminal de ônibus na avenida que passava pelo local foi rendido pelo bando, levado para próximo da agência e amarrado.  
De acordo com o tenente Hélio Henrique, o vigilante contou que eram cerca de cinco homens fortemente armados, dois com pistolas e três com armas longas, do tipo fuzil. Nenhum deles foi preso até agora e a polícia ainda não tem informação se faz parte de quadrilha que já tenha praticado esse tipo de crime no Estado. 
O tenente disse, em entrevista ao vivo para o Programa Notícia da Manhã de hoje, que a testemunha foi trazida para perto do banco no momento da ação. “Mandaram que ele deitasse no chão e abaixasse a cabeça. Ele contou que ainda deram três disparos para cima, possivelmente para intimidar alguma pessoa que estivesse passando por perto na hora”, informou.
Hélio Henrique disse que, após a ação, os homens saíram em um carro branco rumo a Rua Riachuelo, onde abandonaram o veículo e seguiram em outro carro. O tenente afirmou que a PM identificou que carro, com placa de Lagoinha, é roubado.
Ainda de acordo com a PM, a parte interna da Caixa não foi atingida.
A Polícia Federal realiza agora pela manhã a perícia na agência e está dando continuidade às investigações. 

Reações:

Postar um comentário

 
Top