Aurus Dourado Menezes, médico piauiense


Os rins são os órgãos responsáveis pela filtração de substâncias que precisam ser eliminadas do nosso corpo. São órgãos pares situados abaixo da caixa torácica, e medem cerca de 11 centímetros de comprimento, por sete de largura e quase três de espessura. São essenciais para o corpo porque removem todas as impurezas carreadas pelo sangue.
Quando surge algum problema, como o desenvolvimento de um tumor, por exemplo, precisam ser removidos. Quando esta remoção afeta apenas um deles, menor o problema. Mas quando os rins não trabalham com eficiência causam um transtorno enorme ao paciente que precisa submeter-se periodicamente a um procedimento de filtração artificial do sangue, denominado Hemodiálise. A qualidade de vida do paciente é muito afetada por problemas renais, sujeitando-o a uma vida difícil para manter seu organismo livre das impurezas resultantes da própria atividade do metabolismo do corpo humano.
O que parece ser um verdadeiro calvário, causado pela remoção de rins pode estar com os dias contados. O médico piauiense Aurus Dourado Menezes (foto acima), desenvolveu, em parceria com colegas, técnicas cirúrgicas minimamente invasivas na remoção de tumores cancerígenos renais. Realizando cirurgias aqui mesmo em Teresina, Dr. Aurus Dourado conseguiu desenvolver técnicas aprimoradas, antecedidas pelo planejamento de suas cirurgias. Aliando técnica médica com o uso da tecnologia de hologramas e a impressão 3D, Aurus consegue antevê toda a situação do paciente antes de realizar o procedimento cirúrgico.
Durante sua formação, Aurus Dourado fez treinamento no Hospital Henri Mondor em Paris, França, com um dos maiores especialistas em cirurgias utilizando robótica do mundo, Dr. Claude Abbou (veja na galeria). A aplicação destas técnicas revolucionárias tem gerado convites para ministrar clínicas tecnológicas em instituições internacionais como a Universidade de Leipzig, na Alemanha. Atualmente médicos de vários países testam o protocolo desenvolvido pelo Dr. Aurus Dourado para cirurgias minimamente invasivas nos rins.
Aurus Dourado fez uma palestra em maio deste ano no maior festival de Divulgação Científica do mundo que ocorreu em mais de 100 cidades, incluindo Teresina: o Pint of Science.



Apesar de muitos percalços nossa ciência vem se desenvolvendo e proporcionando coisas boas para o mundo. Precisamos apenas aumentar os investimentos, porque talento temos de sobra. Aurus Dourado é um bom exemplo.
(*) Francisco Soares/CidadeVerde
Reações:

Postar um comentário

 
Top