O soldado que morreu após acidente com um caminhão do Exército Brasileiro foi identificado como Pedro Henrique Pimentel. O veículo virou após o motorista perder o controle na PI-113, entre os municípios de Barras e Cabeceiras, na tarde deste Domingo, 9 de Julho.


Pedro Henrique Pimentel, o soldado que veio a óbito no acidente

ENTENDA MAIS O CASO
O acidente aconteceu por volta de 13h e cerca de 30 soldados estavam no veículo, que seguia em um comboio. Os soldados participavam das obras de construção da BR-222 e estavam indo para Teresina.
Vários soldados ficaram feridos, alguns com gravidade e foram encaminhados para o hospital de Barras. Várias pessoas que passavam pelo local ajudaram no socorro e equipes médicas de várias cidades também auxiliaram.
O soldado Pedro Henrique Pimentel tem família em Barras, mas morava com os pais no Bairro Promorar, zona sul de Teresina.
Os soldados feridos foram encaminhados para o Hospital de Urgência de Teresina e pelo menos um está em um hospital particular da capital.
As causas do acidente são apuradas após a perícia inicial ser realizada no local.

NOTA DO EXÉRCITO BRASILEIRO A IMPRENSA


Nota à Imprensa
O Comando do 2º Batalhão de Engenharia de Construção (2º BEC), consternado, informa o acidente ocorrido com uma viatura desta Organização Militar na PI-113, entre os municípios de Barras/PI e Cabeceiras do Piauí/PI, por volta das 13h de hoje, 09 de julho de 2017.
A viatura transportava 26 militares que regressavam para Teresina/PI de Batalha/PI, onde realizavam serviços na rodovia BR-222, obra do DNIT a cargo do 2º BEC.
Um militar faleceu e os demais feridos foram atendidos, imediatamente, no Hospital de Barras e, na sequência, foram evacuados para hospitais de Teresina.
O 2º BEC está prestando todo o suporte médico aos feridos e montou uma estrutura na sua sede para receber os familiares e os amigos dos militares acidentados a fim de lhes prestar todo o apoio e as informações necessárias.
A polícia civil realizou perícia no local e o 2º BEC irá instaurar um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar as causas desse trágico acidente.





Imagens dos soldados acidentados chegando ao HUT, em Teresina





Reações:

Postar um comentário

 
Top