Na manhã deste Domingo, 23 de Julho, foi conhecido o campeão da III Copa Água Branca Nordeste de Futebol de Base, disputada na cidade de Água Branca – PI, distante 96 km ao sul da capital piauiense.

Ceará, de Fortaleza-CE,  e Fluminense Esporte Clube, de Teresina-PI, entraram no campo de Estádio Municipal Luzia Bezerra Sales às 8h30min, fazendo um jogão que agradou a todos.

O Fluzão do Piauí defendia o bi-campeonato, já que foi o campeão Sub 15 de 2016. Mas o Ceará Sporting de Clube, invicto e tendo vencido todos os seus jogos com goleadas em cima dos adversários, não tomou conhecimento do bom time de Teresina, vencendo por 3x0 e levantando a taça de campeão.

Para tudo que apresentou o Ceará Sporting Clube dentro de campo durante toda a competição, mereceu levar o título para Fortaleza.

Time muito técnico, com excelente preparo físico, cheio de valores individuais, ótima estrutura direcionada aos atletas para desenvolvam um bom trabalho, o Ceará deixa a Copa Água Branca 2017 como o clube que mais agradou em todos os quesitos, inclusive fora de campo, com organização impecável, recebendo muitos elogios tanto da comissão organizadora da III Copa Água Branca Nordeste de Futebol de Base, como da imprensa e torcedores que prestigiaram os jogos no Estádio Luzia Bezerra Sales.

Mazinho e o jornalista Reinaldo
Barros Torres
Falando ao jornalista Reinaldo Barros Torres, editor do Tribuna de Barras, Mazinho - coordenador das categorias de base do Ceará, disse que: "Estamos muito satisfeitos com o alto nível técnico da competição, com as boas arbitragens, com a ótima mídia direcionada ao evento por vocês do portais de notícia Tribuna de Barras, MPiaui  e pela televisão Cidade Verde através do apresentador Herbert Henrique, do Cidade Verde Esporte. Parabéns por pensarem grande, essa competição já é a maior do Piauí e tem tudo para ser uma das maiores do Nordeste. Em 2018 o Ceará estará novamente em Água Branca com suas categorias Sub 15 e Sub 17", finalizou o dirigente cearense.

Outro fator que chamou atenção do atletas cearenses tanto na categoria Sub 15 como na Sub 17, foi o bom trato para com a imprensa e as pessoas que deles se aproximavam. Sempre muito educados, os jogadores e comissões técnicas Sub 15 e Sub 17, distribuíram simpatia por onde andavam, além desde que chegaram a Água Branca, terem mantido o foco na competição; não se via jogadores do Ceará nas ruas, todos ficaram em seu alojamento/concentração. Esse foco como certeza também contribuiu para o título invicto e inquestionável.












O bom time do Fluminense Esporte Clube, de Teresina, fundando em 1938, ficou com o vice-campeonato em 2017. Em 2016 foi o campeão Sub 15 da competição





















Reações:

Postar um comentário

 
Top