A Família de Thalyson Mateus Osório Holanda convida os parentes e amigos para a Missa de 2 anos do seu falecimento. A celebração acontece na Igreja de Nossa Senhora de Lourdes, Bairro Vermelha, zona sul de Teresina, a partir das 18h30min deste Sábado, 13 de Maio de 2017.

Em Agosto do ano passado a Prefeitura de Teresina homenageou o jovem brutalmente assassinado em uma festa na zona sudeste da capital piauiense. Uma rua com seu nome foi inaugurada no Bairro Dirceu Arcoverde, onde morava. 


Familiares de Thalyson Mateus Osório Holanda no Teatro 4 de Setembro, em Teresina, no dia da entrega simbólica da placa de inauguração da Rua Thalyson Mateus Osório

O crime:

A morte de Thalyson Mateus comoveu Teresina e manifestações foram realizadas pedindo Justiça. A polícia apontou como acusado de cometer o crime Igor de Araújo Lima, que esteve preso por duas vezes, mas por determinação da Justiça continua em liberdade e em Janeiro deste ano foi acusado novamente pela polícia de ter matado um homem no Povoado Santa Teresa, zona rural da capital do Piauí. Neste segundo crime que é acusado, Igor de Araújo Lima teria se envolvido em uma discussão no trânsito e prometido matar um dos envolvidos, cumprindo dias depois o que prometera.

Thalyson Mateus foi a uma festa animada com uma banda do estilo musical swingueira, em um bar da zona sudeste de Teresina, acompanhado de uma mulher que foi ex-namorada do acusado por testemunhas e pela polícia de tê-lo matado. Segundo depoimento de testemunhas o acusado deu três tiros no adolescente de 16 anos. O primeiro, pelas costas, atingiu sua nuca e saiu no nariz, fazendo com que Thalyson Mateus caísse de joelhos no chão. Já caído o adolescente recebeu mais dois tiros nos peitos! O assassinato aconteceu na noite do dia 10 de Maio de 2015 e o garoto passou quase três dias numa UTI do HUT - Hospital de Urgência de Teresina, vindo a falecer no Dia das Mães, 13 de Maio.

Um vídeo que comoveu a todos:

Dia 8 de Maio é aniversário de Patrícia Osório, mãe de Thalyson Mateus. A genitora do jovem estava em Brasília e ele gravou um vídeo parabenizando a mãe pela passagem do aniversário, dizendo que a amava muito. Dois dias depois da gravação do vídeo e a três dias do Dia das Mães, ele foi assassinado. Era filho único do sexo masculino. Seus pais tem também uma filha. Clique no linque a seguir a veja o vídeo gravado: https://www.facebook.com/jefferson.monteiro.161/videos/t.100001841597102/813211748756187/?type=2&theater
Reações:

Postar um comentário

 
Top