A Roda Literária da Sol  - uma conversa sobre a literatura piauiense - será lançada nesta quarta-feira (10) na Livraria Entrelivros, na Avenida Dom Severino, zona Leste de Teresina.  O primeiro encontro contará com a participação especial do cantor José Quaresma e do escritor e imortal da Academia Piauiense de Letras - APL, Dílson Lages, que também é imortal da Academia de Letras do Vale do Longá - ALVAL, sediada em Barras.
Um dos fundadores da Sociedade Literária de Teresina (Sol), o escritor Pádua Carvalho, disse que a "Sol surgiu das conversas dos apaixonados pela literatura".  Os encontros serão mensais. 
"É um encontro de pessoas apaixonadas pela literatura, principalmente a piauiense. Na nossa roda nós vamos privilegiar os escritores vivos. Ele vai falar sobre a sua obra e interagir com as pessoas, que também podem levar os seus poemas, contos e livros", declarou. 
Além do Pádua Carvalho, os fundadores da roda são os professores e escritores Márcia Evelin, Antônio Leandro, Bealfort Filho, Leonardo Dias, Virginia Magalhães. 
Na oportunidade, Pádua fará o pré-lançamento do livro "Crispim - Rios de Desesperança". "Ele conta a história do Cabeça de Cuia , que sempre foi contado com àquelas coisas fantasmagórica e maldições, no âmbito sobrenatural, mas nós retratamos a vida de Crispim desde o seu nascimento até quando ele cai na boca do povo como uma lenda, tendo como pano de fundo  a Teresina dos anos 50".



Teresina, sob o brilho da SOL

Teresina ganha, a partir deste mês de maio, mais um espaço para o debate sobre a literatura e, especialmente, a literatura piauiense. Os encontros acontecem na livraria Entrelivros, sob o comando da SOL (Sociedade Literária de Teresina), uma iniciativa de um grupo de professores e entusiastas da literatura, entre eles o escritor e publicitário Pádua Carvalho, o antropólogo Frei Antônio Leandro da Silva, o empresário Leonardo Dias e os professores Antônio Carlos Belfort, Virgínia Maria de Melo Magalhães e Márcia Evelin de Carvalho.
A SOL tem o objetivo de criar um espaço de comunicação das obras dos autores piauienses de diversas correntes, homenagear escritores piauienses vivos, para que os mesmos falem de suas obras, esclareçam a gênese de suas histórias e divulguem seu trabalho. 
Segundo Pádua Carvalho, essa também será uma oportunidade para revelar novos autores, pois há inúmeras pessoas que escrevem contos, crônicas, narrativas e poemas, além de uma produção de textos excelentes que, por algum motivo ou falta de oportunidade, não chegam ao conhecimento do grande público.
A SOL quer dar esta motivação, trazer essas pessoas para sua roda literária, suscitar o desejo de escrever para incentivar a publicação de novos títulos ou coletâneas de vários autores. Além disso, outra meta é fortalecer a discussão literária com promoção nas escolas, empresas e universidades, para trazer sociedade para essa discussão. Uma maneira de fortalecer o interesse pela literatura piauiense e a adoção das obras pelas escolas locais, não só de autores consagrados, como também novos autores.
A 1ª Roda Literária da SOL acontece no dia 10 de maio, às 19h, na Livraria Entrelivros, à Avenida Dom Severino, 1045, Bairro de Fátima.
O escritor convidado é o professor Dílson Lages, da Academia Piauiense de Letras (APL), autor dos livros, “O morro da casa grande”, “O sabor dos sentidos”, “Os olhos do silêncio” e o mais recente “Capoeira de espinhos”. 
O encontro terá a participação musical do cantor José Quaresma (Banda Validuaté) e a gênese do livro “Crispim, rios de desesperança”, primeiro romance ficcional de Pádua Carvalho, que retrata a história de Crispim sob um ponto de vista histórico e verossímil, passada na Teresina dos anos 50. Esta será a primeira obra a ser lançado pela SOL em parceria com a editora Nova Aliança, prevista para este semestre.
A 1ª roda literária da SOL é aberta a todos que quiserem participar, levar sua poesia, seu poema ou crônica para ler, declamar e expressar o seu pensar. Haverá oportunidade para discussão, autógrafo de obras dos escritores presentes, troca de experiências literárias, além de um coffee break.

(*) Carlienne Carpaso, Cidade Verde

Reações:

Postar um comentário

 
Top