Um adolescente de 15 anos de nome Mário Alves de Sousa, morreu neste Domingo, 14 de Maio, em Barras, cidade distante 120 Km ao norte de Teresina, vítima de choque elétrico. O fato aconteceu no Povoado Barreiro do Otávio, zona rural do município de 46 mil habitantes. O rapaz foi atravessar uma cerca de arame que o dono da propriedade mandou eletrocutar para que animais não atravessassem e estragassem uma plantação de arroz. Eletrocutar cercas de terrenos é proibido e quem assim procede responde criminalmente caso alguém venha a se acidentar.
Conforme a diretora do Hospital Regional Leônidas Melo, Laianne de Sousa, o rapaz já chegou morto por volta das 14h de Domingo.
O proprietário do sítio além de ter eletrificado a cerca, não colocou placa para informar às pessoas as condições de perigo da mesma. O sítio fica na beira de uma estrada vicinal e até o momento do fechamento desta matéria a reportagem do Tribuna de Barras não conseguiu informações sobre quem é o dono do sítio.
Mário teria tentado ultrapassar a cerca para colocar uma gaiola de pegar passarinho no interior do terreno. 
(*) Com informações do Longah. com


Reações:

Postar um comentário

 
Top