Goleiro Ian Lippolis, um dos destaques do Palmeiras tri-campeão na Itália

A equipe Sub-18 do Palmeiras venceu o HNK Rijeka-CRO por 2 a 1, e conquistou o tricampeonato do Torneio Internacional de Bellinzona, na Suíça. Com duas vitórias e três empates, o segundo título consecutivo do Verdão na competição veio de forma invicta – a esquadra foi campeã em 2007 e 2016.
A partida decisiva teve tons de alegria e tensão ao longo dos 90 minutos. O Verdão abriu o placar aos oito minutos, com o zagueiro Gabriel Lacerda. O gol tranquilizante diante dos croatas, que pressionaram o tempo todo em busca do empate, veio somente aos 30 da etapa final, com Gabriel Barbosa. O Hijeka chegou a diminuir nos acréscimos, mas não foi suficiente para frear a conquista invicta palestrina. O volante alviverde Matheus Neris foi eleito o melhor jogador da competição.


O título coroou o trabalho do “novo técnico” Gilmey Aimberê. Auxiliar técnico do treinador João Burse no Sub-20, o comandante foi o responsável pela equipe em Bellinzona, já que a outra metade do elenco ficou no Brasil para a disputa da Copa do Brasil da categoria. “Estou muito feliz pela oportunidade de ter vindo para Bellinzona e defender com muita honra e alegria as cores do clube e o título do torneio. Missão dada é missão cumprida, e conseguimos colocar o clube novamente no ponto mais alto da competição. É o primeiro ano desses garotos como Sub-20 e já faturamos uma taça dessa expressão. O brilho é deles”, celebrou.
A trajetória vitoriosa do Alviverde começou no Grupo B da competição, que contava com Honved Budapest-HUN, Grasshopper-SUI e Brøndby-DIN. Na estreia, o empate em 2 a 2 diante dos suíços não abalou a equipe, que buscou a classificação na segunda colocação após vencer o Honved por 2 a 1 e ficar no 1 a 1 com os dinamarqueses da chave.
Na semifinal, o clássico internacional diante da Inter de Milão teve fortes emoções. Após sair à frente do marcador, o Palmeiras viu os italianos virarem o jogo no segundo tempo, mas não cedeu à pressão e levou o duelo para os pênaltis após empatar em 2 a 2. Nas cobranças, 7 a 6 para o Verdão, finalista da competição pela segunda vez consecutiva.
A campanha teve números melhores em relação ao ano passado. Em 2016, o Verdão fez uma bela campanha de recuperação e levou a taça de Bellinzona nas cobranças de pênaltis, diante do Krasnodar (Rússia), após empatar em 1 a 1 no tempo regulamentar. O meia-atacante Vitinho, hoje no elenco profissional do clube, recebeu o prêmio individual de melhor atleta da competição. O time obteve uma vitória (Midtjylland), três empates (Krasnodar, Sion e Ticino) e uma derrota (Krasnodar, ainda na primeira fase).
Já em 2007, o clube venceu o Torneio de Bellinzona pela primeira vez após vencer os anfitriões do Ticino Team na final, por 3 a 1. O clube foi o único sul-americano daquela edição, que reuniu Barcelona, Tottenham, Basel, Borussia Monchengladbach, Santa Cruz Breakers e Ticino. Na semifinal, o time mostrou bom desempenho para superar o Barcelona, por 1 a 0, depois de terminar a fase inicial na liderança de seu grupo, com duas vitórias e uma derrota.
As viagens internacionais na base
Participando dos principais torneios internacionais na base, o Palmeiras reforça sua marca como clube formador no exterior e ainda pode explorar novos mercados, além de mobilizar torcedores palmeirenses espalhados pelo mundo. Os jovens ainda têm contato com outras culturas futebolísiticas, enfrentam outros modelos de jogo e aprendem sobre o mundo. No ano passado, o Verdão disputou torneios em sete países diferentes, com dois títulos obtidos.
No início de 2017, o saldo é muito positivo. O Sub-17 foi campeão da Scopigno Cup, em Rieti, na Itália, com vitória sobre o Dínamo de Kiev-UCR na final, por 2 a 0 (campanha invicta de três vitórias e um empate), e foi terceiro lugar do Torneio da Real Sociedad, em San Sebastián, na Espanha. Em Bolonha, na Itália, o Sub-15 participou do torneio “We Love Football”, que contou com a presença dos principais clubes italianos (Inter de Milão, Milan, Juventus e Roma), além de outros grandes europeus como o Atlético de Madrid. O Sub-12 terminou em terceiro na Copa Toreros, no Japão.
77º Torneo Internazionale U-18 Bellinzona – Suíça
PRIMEIRA FASE:
13/04: Grasshopper 2 x 2 Palmeiras (Estádio de Minusio)
14/04: Palmeiras 2 x 1 Honved Budapest (Estádio de Bellinzona)
15/04: Palmeiras 1 x 1 Brøndby (Estádio de Minusio)
SEMI:
16/04: Inter de Milão 2 (6) x (7) 2 Palmeiras (Estádio de Bellinzona)
FINAL:
17/04: Palmeiras 2 x 1 Rijeka (Estádio de Bellinzona)
Reações:

Postar um comentário

 
Top