Infância erotizada pelas novelas e alguns estilos musicais... além do "modernismo" social que se vive na atualidade.

No final da noite de ontem (16) o Hospital de Urgências de Teresina (HUT) recebeu uma criança de seis anos de idade sob suspeita de ter sido vítima de um estupro. Segundo o diretor do hospital, o médico Gilberto Albuquerque, a menina apresentava uma lesão nas partes íntimas que pode ser associada à esta prática criminosa.
O caso se iniciou após policiais do 6º BPM serem acionados, via Copom, para tender a um chamado de suspeita de estupro no Povoado Cerâmica Cil, na zona Sul de Teresina. Ao chegarem ao local, eles identificaram o possível agressor, que seria uma criança de 12 anos. Os PM’s acionaram, então, uma ambulância do SAMU, para socorrer a vítima, que foi encaminhada ao HUT.
“Ela foi atendida no começo da noite com essa suspeita e a equipe médica fez uma avaliação e houve detecção de uma possível lesão anal, uma fissura foi identificada. Isso é uma suspeita de que pode ter havido relação sexual ou penetração, o que se caracterizaria como estupro”, explica o diretor do HUT.
A direção do hospital acionou, então, o Conselho Tutelar, que iniciou o acompanhamento do caso. Por não haver maior gravidade do ponto de vista médico, a criança foi liberada para registro de um Boletim de Ocorrência e realização de exames no Instituo Médico Legal (IML).
O caso segue sob investigação da Polícia Civil.

Reações:

Postar um comentário

 
Top