Teresina, a progressista e bela capital do Piauí
Mais de 84% dos piauienses ou dos que moram no estado, sentem orgulho e gostam de viver no Piauí. É o que mostra a pesquisa feita pelo Instituto Piauiense de Opinião Pública. A amostragem foi realizada com 1.137 eleitores distribuídos em 47 municípios, no final de 2016 e foi divulgada agora.
Dentre os motivos pelos quais as pessoas têm orgulho de viver no Piauí, estão o seu povo; a segurança/tranquilidade; as belezas e patrimônios naturais e históricos; educação; saúde; riquezas; desenvolvimento; geração de trabalho e renda. A pesquisa também revela que 54, 71% da população possui boas expectativas para o futuro e acreditam que a vida no Piauí tende a melhorar a cada ano.
Para confirmar os resultados dessa pesquisa, fomos às ruas entrevistar algumas pessoas para conferir como elas se sentem vivendo no Piauí e o que elas acham desse resultado. Um dos nossos entrevistados é a operadora de caixa, Kelly Silva, que nasceu e vive em Teresina. Para ela, o Piauí é uma terra de oportunidades. “Eu dependo e sempre utilizei os serviços públicos. Estudei no Liceu Piauiense e no Escolão do bairro Itararé. Também me consulto frequentemente por meio do Sistema Único de Saúde. Outro ponto relevante é que nunca fui assaltada”, disse a jovem de 26 anos.
Segundo ela, tudo isso contribui para acreditar que o Piauí é um bom lugar para viver. Sentimento que também é compartilhado pelo autônomo Clementino Neto, que já morou no Maranhão, mas voltou para o Piauí, sua terra Natal. “Não consigo ficar longe daqui, afinal é aqui que tenho tudo o que preciso”, pontuou.
Há ainda aqueles que não nasceram no Piauí, mas se dizem piauienses de coração. “Sou de Bacabal (MA), mas moro em Teresina há 38 anos. Gosto mesmo é desse calor de 40 graus, da receptividade do povo, de cantarolar pelas praças da cidade, de jogar conversa fora admirando o mais bonito pôr do sol. É aqui que quero viver”, destacou o músico e filósofo, José Marques.
O coordenador de Comunicação Social do Governo do Piauí, João Rodrigues Filho, diz que a percepção da população em ver o Estado como um bom lugar para viver é composta por vários fatores. Ele argumenta que, na pesquisa, as pessoas apontam motivos dessa satisfação como o povo, a hospitalidade, as riquezas naturais, atrações turísticas, mas também, ressaltam o nível de segurança do Estado, a qualidade da saúde, a educação e o desenvolvimento.
“Para você ter noção, a Segurança é o segundo motivo mais citado pela população como motivo para ter orgulho do Piauí, pois embora, aconteçam alguns casos de violência, somos um dos estados mais seguros do país e, além disso, os números da violência tem caído em todos os tipos de crimes, como mostrou levantamento da Secretaria de Segurança”, destacou.
João frisa ainda que a Educação vem logo em seguida como um dos motivos para ter orgulho do Estado. Para ele, o Piauí já se tornou referência nacional em Educação e isso tem gerado orgulho para todos os piauienses. “Nossa educação sem dúvida é destaque em todo o Brasil. Tanto a rede particular como a pública se destacam. Temos casos de pessoas de outros estados que mudaram para cá para estudar. Isso é fantástico, pois mostra que o Piauí já tem sido visto com outro olhar. O olhar do desenvolvimento”, finaliza.

Reações:

Postar um comentário

 
Top