O River Atletico Clube informou, nesta Sexta-feira (19), que o técnico Waldemar Lemos (foto ao lado), não seguirá mais à frente do comando do time na temporada. Por meio de nota em seu site, o clube confirmou a saída do treinador, que trabalhou no campeão piauiense nas últimas cinco partidas oficiais em 2017. A direção tricolor prometeu ir atrás de um substituto o mais breve possível. Após a vitória no clássico, Lemos viajou ao Rio de Janeiro, seu estado natal, não se reapresentou desde então e garantiu retornar à capital piauiense no domingo.
- Vou estar aí (Teresina) no domingo. Muita surpresa - resumiu o ex-tricolor.
Em contato com a reportagem do Globo Esporte, Waldemar Lemos revelou que o presidente Elizeu Aguiar foi quem o informou do desligamento. O dirigente do Galo tentou justificar a saída do comandante.
- Na realidade é um momento atípico no futebol. Normalmente a gente faz mudança quando existe uma derrota ou o time não vai bem. Waldemar é um grande treinador e tem feito um grande trabalho no River. Trouxemos um nome para impactar. E impactou. Nós fomos muito claros a ele colocando as realidades do clube. Existiram algumas exigências por parte do treinador que nós não conseguimos cumprir, mas nunca deixamos de conversar. São coisas internas que não gostaria de externar - explicou Elizeu Aguiar à TV Cidade Verde/SBT.
A reportagem do Tribuna de Barras apurou junto a fontes ligadas ao River que a saída do vitorioso técnico Waldemar Lemos do clube, se deu devido discussões internas do treinador e diretores, pois parte da diretoria seria contra a indicação do técnico mesmo antes da chegada dele ao River. O treinador cobrava da diretoria "melhor estrutura para desenvolvimento do seu trabalho, bem como o não cumprimento de acordos financeiros".  Waldemar Lemos conversando com a reportagem do Tribuna de Barras assim que chegou ao River, disse que: "Fiquei assustado, tem muito nome para a estrutura. Encontrei até cachorra parida dentro dos apartamentos que os jogadores irão dormir. Tem que mudar muita coisa. Um só campo para treino também não é satisfatório".

Novo treinador
O Tribuna de Barras também teve informação de que Ruy Scarpino foi sondado e deverá ser o novo técnico do River. O treinador estava até a semana passada no Moto Club-MA e era o preferido da maioria dos diretores riverinos antes da contratação de Waldemar Lemos. Mais o nome de Ruy Scarpino, como o de Waldemar Lemos, também não tem a simpatia da maioria dos diretores, alguns defendem a volta de Flávio Araújo ao comando do Galo.

Situação Financeira

O River Atlético Clube tem situação financeira estável, está com a maioria dos seus compromissos em dia. O repasse da CBF devido em virtude da participação do clube na Copa do Brasil, ainda não chegou a conta bancária do campeão piauiense. E mais: todos os clubes de Teresina que disputam o Estadual deste ano, já estão com os salários dos seus atletas em atraso, já tem até agremiação mandando jogador embora, pois o patrocinar master (Governo do Estado do Piauí) não tem pago em dia a cota mensal de patrocínio. Somente os clubes do interior do Estado estão com pagamento em dia, pois tem as prefeituras das suas cidades sedes como patrocinadoras master's e estas estão honrando com o compromisso do pagamento de patrocínio.

Reações:

Postar um comentário

 
Top