O estudante Thalyson Mateus Osório Holanda, morto em 2015 por Igor de Araújo Lima por ciúme. O garoto havia se envolvido amorosamente com uma ex-namorada do acusado de lhe matar!

Acusado de matar em maio de 2015 o estudante de 16 anos Thalyson Mateus Osório Holanda no Bairro Todos os Santos, em Teresina, durante um show de swingueira, Igor de Araújo Lima matou mais um na noite desta Terça-feira, 17 de Janeiro de 2017. O novo crime cometido pelo ex-segurança da Universidade Federal do Piauí – UFPI aconteceu no Povoado Santa Teresa, zona rural de Teresina. Ele é acusado de ter matado auxiliar de serviços gerais Cristiano Jorge do Nascimento Silva.

De camisa roxa, Igor de Araújo Lima e seu
comparsa, acusados pela polícia de em 2015
serem os responsáveis pelo assassinato de
Thalyson Mateus Osório.
Igor de Araújo Lima chegou a ser preso por alguns dias por ter matado Thalyson Mateus Osório Holanda, mas logo foi colocado em liberdade pela Justiça, passando a usar tornozeleira eletrônica, o que revoltou familiares e amigos do jovem assassinado. Para a polícia e a Justiça, testemunhas oculares do crime e a mulher que estava acompanhada do estudante (ex do acusado do crime) testemunharam indicando Igor como o autor dos disparos de revolver que mataram Thalyson, mas mesmo assim o acusado foi colocado em liberdade. Thalyson foi morto pelas costas, um tiro foi dado em sua cabeça e a bala saiu no nariz, o menino caiu de joelhos no chão e Igor disparou mais dois tiros no seu peito. A morte de Thalyson Mateus comoveu toda Teresina e em Agosto de 2016 a prefeitura da capital piauiense homenageou o estudante com seu nome em rua do Bairro Dirceu Arcoverde (Rua Thalyson Mateus Osório), conforme atesta a foto abaixo da data da inauguração da rua com a presença dos familiares do homenageado. 




Agora, segundo testemunhas, o criminoso volta a matar mais um, “graças” aos homens que fazem a Justiça no Estado do Piauí! A redação do Tribuna de Barras foi informada que Igor matou a tiros o auxiliar de serviços gerais Cristiano Jorge do Nascimento Silva, no Povoado Santa Teresa na noite desta Terça-feira, 17 de Janeiro. Ele foi morto com tiros na cabeça e no braço direito. A polícia está a procura e Igor de Araújo Lima por conta do assassinato no Povoado Santa Teresa. O acusado foi avistado no Bairro Dirceu Arcoverde em uma motocicleta CB300, Honda, cor vermelha, com ferimentos no rosto  e usando tornozeleira eletrônica. Em entrevista ao Tribuna de Barras um dos policiais disse: "Iremos prender o Igor mais uma vez, esperamos agora que os promotores de justiça e os juízes de direito não nos deem mais trabalho, fazendo com que tenhamos que mais uma vez prendê-lo por cometer outro crime", desabafou o policial que pediu a reportagem para não ser identificado.

Abaixo, foto feita por policiais do homem morto na noite desta Terça-feira, 17 de Janeiro. Igor de Araújo Lima é acusado pela polícia e por testemunhas de mais esse crime e mais uma vez matando pelas costas, sem defesa para o homem assassinado.

Clique no linque a seguir e leia matéria do Tribuna de Barras relacionada ao assassinato de Thalyson Mateus Osório Holanda: http://www.tribunadebarras.com/2016/01/acusado-de-matar-thalyson-matheus-e.html





Saiba mais sobre o crime do Povoado Santa Teresa

O auxiliar de serviços gerais Cristiano Jorge do Nascimento Silva foi morto com vários tiros na noite desta Terça-feira (17). A vítima foi morta após um acidente entre a motocicleta em que estava  e o carro do suspeito pelo crime, Igor de Araújo Lima. Uma discussão teria começado após isso e evoluído para o assassinato. O crime aconteceu no Povoado Santa Teresa na zona Rural de Teresina, rumo ao município de José de Freitas. A família do acusado do crime é da cidade de José de Freitas e ele costuma postar fotos em redes sociais portando armas de fogo. 

"O assassino Irgor foi até a residência dele procurar pela vítima e disse pra ele que iria lhe matar. O mais estranho é que nenhum registro foi feito na delegacia de Polícia porquê isso poderia ter evitado", explicou o delegado titular da Delegacia de Homicídios, Francisco Costa, O Bareta.

Segundo o delegado, Igor já havia sido preso há um ano atrás por outro homicídio que deixou ainda duas pessoas feridas e uma morta - o estudante de 16 anos Thalyson Mateus Osório Holanda. "Nós estamos fazendo o nosso trabalho e mais uma vez esse indivíduo tira a vida de uma pessoa de forma torpe. Nós como Polícia estamos fazendo o nosso trabalho. Esse elemento é de alta periculosidade, não sabemos porque a Justiça ainda o deixa solto", afirmou.


Na mesma ação em que Igor de Araújo Lima atirou em Cristiano, ele também baleou outro homem identificado como Danilo Beijú, que seria seu comparsa. "Beijú" como é conhecido, teria sido atingido no rosto e a Polícia está em alerta para saber se ele dará entrada em algum hospital da capital. Ele é suspeito de ser co-autor do crime.

Os que fazem a Justiça no Piauí tem que responder a sociedade que lado estão, se é do lado dos cidadãos de bem ou do lado dos bandidos, pois um elemento como Igor de Araújo Lima, segundo os próprios policiais, não deveria estar solto.

Continue lendo sobre esse assunto, clique no linque a seguir: http://mpiaui.com/detalhe.php?n=7258&e=13

Reações:

Postar um comentário

 
Top