Teresina, a bonita e moderna capital do Piauí

A soma das riquezas de Teresina atingiu R$ 17,76 bilhões em 2014 e o município subiu 31 posições em 12 anos. A informação foi divulgada na manhã desta quarta-feira (14), pelo IBGE e pela Fundação Cepro, no Palácio do Karnak. O município ocupava o 72º lugar dentre as cidades brasileiras em 2002, representando 0,22% do PIB. Em 2014, passou a ocupar o 41º, chegando a 0,31% do PIB.
Em relação ao Nordeste, em 2002, a capital ocupava o 12º lugar, representando 1,61% do PIB da região. Em 2014, passou a ocupar o 7º lugar, melhorando em cinco posições no ranking e representando 2,21% do PIB. Já em comparação com outras capitais, Teresina ocupa, agora (em 2014), o 19º lugar, tendo superado os municípios de João Pessoa (PB) e de Florianópolis (SC), em relação ao ano de 2013. Entre as capitais brasileiras, Teresina também ocupa o 23º lugar no PIB per capita.
Em 2014, o PIB da capital representa 47,1% do PIB de todo o Estado. O percentual é menor que o registrado em 2010, quando a participação chegou a 47,7% do total. A principal atividade econômica de Teresina é o setor de Serviços, com  participação de 76,31%.
Os 5 maiores
No ranking dos cinco maiores municípios do Estado, depois de Teresina, vem Parnaíba, Picos, Uruçuí e Floriano. De 2011 a 2014 as três primeiras posições não se alteram, já os municípios de Floriano e Uruçuí trocaram de posição. A mudança de Uruçuí de 5° para o 4° lugar se dá em função de retração no setor serviços em Floriano e crescimento da indústria em Uruçuí.

Reações:

Postar um comentário

 
Top