Após marcar um dos gols que deram o título ao Vasco o craque Victor Diotti não conteve a emoção e chorou copiosamente, recebendo os aplausos dos torcedores.

A equipe sub-11 do Vasco entrou em campo na tarde deste Sábado (03), no CFZ, para enfrentar o Flamengo, pela final do Campeonato Metropolitano do Rio de Janeiro. Com um bom toque de bola, o Cruzmaltino foi superior ao longo de toda a partida e venceu o Rubro-Negro pelo placar de 4 a 2, se sagrando campeão da competição estadual. Rayan, com três gols, e Diotti, foram os autores dos gols vascaínos. O Tribuna de Barras, um dos veículos de comunicação da Web no Brasil que mais divulga e apoia as categorias de base, acompanhou o desenrolar da competição carioca a partir das semifinais.
O JOGO
O Vasco começou a partida bem postado em campo. Com um bom toque de bola e movimentação, o time cruzmaltino teve chance de abrir o placar logo aos cinco minutos. Rayan recebeu a bola na entrada da área, limpou e mandou a bola na trave. No lance seguinte, Leozinho enfiou em profundidade para o camisa 9 Rayan, que adentrou na área e abriu o placar: Vasco 1 x 0 Flamengo.
Aos nove minutos, o primeiro lance do rival e o gol de empate. Após cruzamento da esquerda, a bola passou por todo mundo e Pajé, na segunda trave, só empurrou para a rede. Sem se abater, o Vasco foi para cima. Inspirado, o atacante Rayan, dentro da grande área, deu dois balões nos zagueiros rubro-negros e arriscou o chute, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.
O Flamengo chegou pela segunda vez com perigo, mas sem eficácia. Após chute da entrada da área, Lecce defendeu. Quando o cronômetro marcava 29 minutos os Meninos da Colina fizeram o segundo. Rayan, em velocidade, recebeu na grande área e deu um toque por cima do goleiro. Antes de acabar os primeiros 30 minutos, após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Diotti, que acertou em cheio para fazer o Vasco ir para o intervalo com o placar favorável em 3 a 1.
O segundo tempo começou mais pegado. Precisando reverter o placar, o Flamengo buscava ter mais a posse de bola. Com 11 minutos, o Rubro-Negro teve uma falta perto da grande área a seu favor. Zé cobrou direto e a bola acabou entrando: Vasco 3x2 Flamengo. O Vasco teve uma oportunidade de responder com Rayan. Em jogada individual, o atacante carregou a bola e chutou, mas o goleiro rubro-negro defendeu.
Sem muitas chances na etapa complementar, o jogo parecia que não ia ter mais alteração no placar. Porém, quando a partida já caminhava para o fim, Rayan Vitor apareceu novamente. O camisa 9 cruzmaltino entrou na grande área e acabou sofrendo o pênalti. Ele mesmo bateu no canto contrário do goleiro e fechou a conta do jogo, decretando assim a goleada e mais uma conquista para a base do Gigante da Colina.
Escalação: Lecce, Paulinho, Lyncon, Kayque e Leandro Viana; Breno (Estrella), Pedro Callut (Juan Lucas), Leozinho e Gustavo Maia; Victor Diotti (Gabriel Silva) e Rayan Vitor. Treinador: Eduardo Júnior.







Victor Diotti... se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi...



Reações:

Postar um comentário

 
Top