O Sport confirmou o favoritismo e sagrou-se bicampeão na categoria sub-13 da Copa Pernambuco Futuros Craques. A campanha foi impecável do início ao fim e o título veio com uma vitória por 2x0 sobre o União da Gávea. O camisa 11 Mário foi o grande destaque da equipe marcando um gol e mais uma vez dando muito trabalho à defesa adversária.

No primeiro tempo ele ganhou na velocidade e tocou por cima do goleiro marcando um golaço. O segundo rubro-negro também foi uma pintura. Rondennis dominou na entrada da área e colocou no ângulo de João Vitor. Para o União o sentimento foi de que o time fez o que pôde. Ter eliminado o CT Náutico nas semifinais foi sim um grande resultado para a equipe, vice-campeã da Copa Pernambuco.


Não é à toa que o Sport entrou na edição deste ano para defender o título. A base é praticamente a mesma e assim o time mostrou-se muito bem entrosado em todo o campeonato. Na grande final os leoninos começaram marcando em cima para evitar que o União pudesse trabalhar a bola. Foram raras as chegadas do União ao ataque.

O Sport chegou bem mais e poderia ter saído com placar maior. O União teve uma boa chance na bola parada mas acabou construindo um contra-ataque mortal para o adversário. A defesa afastou e a bola chegou em Rondennis. Num lindo passe de trivela ele colocou Mário à frente da defesa. Na velocidade o camisa 11 ganhou da marcação e na saída do goleiro deu um lindo toque por cima, gol do Leão.


A história se repetiu na segunda etapa - Sport no ataque e União fechado na defesa. Mário teve duas boas chances ampliar. Na primeira ele dominou dentro da área mas pegou de perna esquerda e a bola subiu; depois invadiu a área e cruzou rasteiro, Rondennis chegou atrasado.


O União acertou a trave numa bola parada que quicou no montinho artilheiro e quase traiu Gabriel. Apesar desta chance o Sport mandava no jogo. Poucos minutos depois Gabriel acertou a trave esquerda de João Vitor. O segundo gol era questão de tempo - em mais uma chegada pela direita com Mário a bola chegou em Tiago e ele perdeu um gol incrível.


Sozinho o camisa 9 acertou o travessão. Mas, a bola seguiu no ataque e Rondennis com extrema categoria colocou no ângulo do goleiro, fechando a conta e garantindo o bi do Sport Club do Recife.


(*) Por Matheus Silva do Info Futsal PE




Reações:

Postar um comentário

 
Top