Um flagrante mostra um caminhão recolhendo equipamentos de uma academia popular instalada na praça da igreja de São Raimundo, no centro da cidade de Curralinhos, a 89 km de Teresina. O espaço para atividades físicas havia sido montado há cerca de dois anos. 


As imagens foram registradas por um homem que se apresentou como advogado. "Não é assim que a coisa acontece na coisa pública. Vocês teriam que entrar com uma ação de cobrança... E foi o prefeito que autorizou tirar a academia?", disse o homem que registrou o flagrante.
As pessoas que aparecem no vídeo recolhendo os equipamentos informaram que a remoção se deu por falta de pagamento. "Como é que você vende uma mercadoria para uma pessoa e ela não te paga e você não vai recolher?", diz outro trecho da gravação. 
O prefeito Reginaldo Betinho concorreu à reeleição e perdeu. Ele informou que a empresa responsável pelos equipamentos ofereceu a academia popular para a prefeitura há cerca de dois anos e que os materiais foram instalados sem qualquer contrato. Ainda de acordo com o prefeito, a promessa da empresa é que haveria um pregão para a região do Médio Parnaíba e que, em breve, o município poderia aderir, o que não ocorreu. 
Os equipamentos custam cerca de R$ 25 mil. Reginaldo Betinho conta que a retirada dos equipamentos foi determinada pelo próprio município pois não há documento que autorize o pagamento das peças. 
A promotora de Justiça da comarca, Rita de Cássia, disse ainda que não foi comunicada da situação. 
(*) Cidade Verde


Reações:

Postar um comentário

 
Top