O Piauí, praticamente, foi consumido pelo fogo durante o Dia Santo de Nossa Senhora Aparecida, neste 12 de Outubro. Foram registrados incêndios de grandes proporções, por exemplo, em Santana do Piauí, União e Teresina. Diante da situação, o comando do Corpo de Bombeiros no Estado convocou uma reunião de urgência para elaborar um plano de combate de incêndios com mais rigor. 
Pelo menos há três dias, a Capital está coberta pela fumaça. No Piauí há registros de que moradores perderam residências e animais. De Janeiro a Outubro, deste ano, ocorreram 60.489 focos de incêndio, de acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPPE. 



O major José Veloso enfatiza que 100% dos incêndios no Estado são causados pelo homem, seja ateando fogo na mata para plantações em roças, seja jogando pontas de cigarros nas margens das estradas.

"Temos essa situação atípica de uma seca que já vem há cinco anos e isso tem criado uma massa combustível na vegetação muito grande e que tem provocado essa capacidade de propagação maior. A gente sempre reforça que esses incêndios são todos provocados pelo homem, ou seja, 100% da ação humana, infelizmente. Estamos sendo inimigos de nós mesmos. Isso tem provocado uma sobrecarga na estrutura de resposta do Corpo de Bombeiros", disse Veloso.


No Norte e Nordeste do Brasil ainda se pratica a agricultura de forma rudimentar, não mecanizada. O homem ateia fogo na mata para depois plantar sementes de arroz, feijão, mandioca. Em estados do Sudeste e Sul a terra é arada. De Setembro a Novembro é o período que os agricultores tocam fogo nas matas para fazerem suas roças.

A falta de estrutura do Corpo de Bombeiros piora a situação. Apenas três viaturas com três militares, incluindo o motorista, são responsáveis por atender as ocorrências. O ideal seria que tivesse pelo menos seis bombeiros em cada guarnição. Em Teresina, somente nos últimos três dias foram mais de 300 chamados, e de acordo com bombeiros, que preferiram não ser identificados- nem a metade foram atendidos. 
O major José Veloso frisa que, recentemente, o Governo do Estado adquiriu viaturas novas e estão adquirindo kits especiais de combate a vegetação.
Os aprovados do último concurso não foram convocados. O prazo encerra no próximo dia 24. 
"Os militares estão em formação. O Governo já autorizou a convocação dos demais aprovados. Nossa maior preocupação hoje é o combate efetivo", disse o coronel Carlos Frederico, comandante geral da corporação no Piauí. 
A umidade relativa do ar chegou a 12% e nesta quinta-feira (13) não deve passar dos 15%, o que significa dizer que o estado é de alerta. Neste período são comuns problemas como complicações alérgicas e respiratórias devido ao ressecamento de mucosas, sangramento pelo nariz, ressecamento da pele, irritação dos olhos, eletricidade estática nas pessoas e em equipamentos eletrônicos; aumento do potencial de incêndios em pastagens e florestas.
O major José Veloso ressalta ainda que os agricultores devem redobrar os cuidados durante as queimadas que devem ser realizadas de forma racional.
Ranking das cidades do Piauí com mais focos de incêndios
1º Uruçuí
2º Baixa Grande do Ribeiro
3º Santa Filomena
4º Ribeiro Gonçalves
5º Alvorada do Gurgueia
6º Floriano
7º Teresina
8º Bom Jesus
9º Sebastião Leal
(*) Texto: Graciane Sousa, Cidade Verde




















Reações:

Postar um comentário

 
Top