Pelo menos 12 homens fortemente armados interceptaram e explodiram um carro forte da Serv-San por volta das 10 horas da manhã de hoje (07), BR-316, próximo à cidade de Dom Expedito Lopes, Região da Grande Picos. Os suspeitos renderam o os três vigilantes e instalaram as dinamites no veículo que teve o teto arrancada com o impacto da explosão.
Segundo o subcomandante da Polícia Militar, coronel Lindomar Castilho, não houve reação por parte dos vigilantes. “Eram 12 contra três e o armamento deles, ao que consta, era pesado. Ao que tudo indica, eles vinham seguindo o carro-forte pela estrada e aproveitaram um trecho de menor movimento para ultrapassá-lo, obrigar o motorista a parar e fazer a abordagem”, explica o coronel.
Policiais do 14º BPM de Oeiras, do Batalhão da PM de Picos e da Companhia de Valença foram deslocados para a região e fazem buscas à procura dos suspeitos, que ainda não foram identificados pela polícia. O coronel Lindomar Castilho informou ao Tribuna de Barras que eles seguiram pela estrada em direção a Oeiras e estavam fardados como policiais, mas não sabe dizer a que corporação pertenceria os uniformes.
“Os vigilantes ainda estavam sob efeito da abordagem. Segundo o que eles disseram, os criminosos agiram com truculência e violência. As características apontam para um grupo extenso e especializado neste tipo de crime. As buscas seguem e os órgãos competentes já foram acionados, inclusive a empresa responsável pelo veículo, que vai contabilizar o prejuízo”, finaliza o coronel.

Veja vídeo:


Reações:

Postar um comentário

 
Top