O empresário Diógenes Lemos, dono da Construtora São Roque, responsável pela obra da Avenida Beira Rio, chamada de "Orla do Rio Marathaoan", compreendendo 430 metros de asfalto e calcadão, margeando o lado direito do rio na altura do Bairro Prainha, entrou em contato com a redação do Tribuna de Barras e fez as seguintes explicações.

Diógenes Lemos, Joaquim Lucas
Furtado e o prefeito Edílson Sérvulo
"A respeito da matéria publicada neste conceituado e respeitado Tribuna de Barras, temos a informar a título de melhores esclarecimentos, que a Orla do Rio Marathaoan é uma obra da Prefeitura de Barras com recursos do Ministério do Turismo, advindos através de emenda parlamentar do deputado federal Julio César de Carvalho Lima e fiscalização da Caixa Econômica Federal. Tem como objetivos a serem executados pela Construtora São Roque, empresa vencedora da licitação, o alargamento da rua (chamada popularmente de avenida), de 7 para 14 metros de largura com asfaltamento da mesma, além de construção de pista de ciclovia, pista para caminhadas de pedestres, devidamente sinalizadas vertical e horizontalmente, além de toda a extensão da orla contar com iluminação especial. Será construído também um mirante e uma grande edificação para restaurantes. Informamos ainda que até a presente data, foi liberado apenas o pagamento das medições, no valor de R$ 183.000,00, pagamento esse feito pela Caixa Econômica Federal direito ao construtor. Ressaltamos ainda que as imagens computadorizadas divulgadas anteriormente e repassadas ao público e a imprensa pela assessoria da Prefeitura, não correspondem com o projeto que a Construtora São Roque foi contratada para executar.", finalizou Diógens Lemos.

Nota do Tribuna de Barras

A falta de comunicação profissional/oficial da Prefeitura de Barras com a imprensa, tem provocado distorções nas informações desde que o prefeito Edílson Sérvulo passou a sentar em sua cadeira no Palácio Casa Rosada.  Nós do Tribuna de Barras, procuramos através das secretarias de comunicação e obras da Prefeitura, informações técnicas para redigirmos matérias sobre a Orla do Marathaoan, mas em nenhuma delas tivemos as informações necessárias por falta de conhecimento ou de vontade mesmo, de quem é responsável por essas pastas da administração pública municipal. 

Um dos grandes problemas da administração de Sérvulo é ter tornado as secretarias municipais, com poucas exceções, lugares para protegerem aliados políticos, esquecendo-se que essas secretarias devem ser ocupadas por técnicos, para o bem da sua administração e da boa informação.




Reações:

Postar um comentário

 
Top