Por ser ficha suja, Manim Rego não pode ser candidato a vice-prefeito de Edílson Sérvulo


O prefeito Edilson Sérvulo realizou convenção para homologar a sua candidatura à reeleição e a dos candidatos a vereador de sua coligação. O evento foi muito prestigiado e contou com presenças como a do ex-governador Wilson Martins, o Deputado Federal Rodrigo Martins, Deputado Federal Júlio César, Deputado Estadual Marden Menezes e Deputado Estadual Georgiano.
Um dos pontos altos da solenidade, que vinha causando curiosidade na população era o anúncio do nome do vice-prefeito. Para a surpresa de todos o nome de Manim Rego foi anunciado como o vice, mesmo se sabendo que o ex-prefeito está na lista de inelegíveis do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
O que se comenta é que ele está provisoriamente, enquanto não se define outro nome. As informações que chegam à redação do longah.com é que o nome da ex-deputada Nize Caldas não é consenso entre o grupo. Alguns dos aliados estão vetando o nome da ex-parlamentar.
Essa questão do vice é uma abacaxi que  o prefeito vai ter que descascar até o dia 15 porque corre risco de ver seus aliados ‘voarem’ se der algum passo em falso.
De acordo com a nova lei eleitoral, mudou para o dia 15 de agosto a data final para solicitação do registro dos candidatos do ano eleitoral. A Lei determina que o prazo de entrada do requerimento de registro de candidato a cargo eletivo em cartório ou na secretaria do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) terminará, sem possibilidade de prorrogação, às 19h do dia 15 de agosto do ano em que se realizarem as eleições.
Uma coisa é fato: Manim não pode ser o candidato. Empatado com a ex-primeira-dama, Ana Maria, o nome do ex-prefeito aparece cinco vezes na lista de inelegíveis. Ambos só perdem para o ex-prefeito Chico Marques, recordista na lista com sete indicações.
(*) Texto: Maria Carcará, Longah.com



Reações:

Postar um comentário

 
Top