Um taxista que trabalha na cidade de Piripiri, distante 50 Km de Barras, escapou de uma morte cruel nesta Segunda-feira (20) enquanto realizava seu trabalho. Ele prestava seus serviços quando foi rendido por dois homens que haviam solicitado uma corrida até a cidade de Tianguá, no Ceará. A vítima foi colocada no porta-malas malas do carro e chegou a ouvir dos criminosos que o veículo iria ser queimado.
O taxista Antônio Cláudio falou que é natural de Barras e que um homem solicitou uma corrida até a cidade de Tianguá (CE), pois precisaria pegar alguns documentos.
"Fomos para Tianguá, na volta veio junto um amigo dele. Em determinado momento do trajeto, me renderam, me amarraram e me colocaram dentro do porta-malas", conta o taxista ao relatar os momentos de terror.
Em certo ponto da BR-222, próximo à entrada da Rampa da Bananeira, o veículo apresentou problemas mecânicos. Era por volta de 18h e Antônio Cláudio conseguiu se desamarrar, correr para o mato e procurar por ajuda.
O carro foi incendiado e os assaltantes fugiram do local.
Por volta de 21h a Polícia Militar conseguiu localizar a dupla de marginais na rodoviária interestadual. Eles foram presos e levados à delegacia da cidade. Nelson Raylandre da Cruz Cavalcante e Antônio Francisco Paiva da Cruz, ambos com 19 anos de idade, naturais do Ceará, são os acusados do crime.
(*) Com informações e foto do Piripiri Repórter
Reações:

Postar um comentário

 
Top