O prefeito Edílson Sérvulo, sem prestígio junto aos governos estadual e federal, está mais perdido que cego em tiroteio! Depois de anunciar a mega obra da Orla do Rio Marathaoan, um Shopping para Camelô, transformou a cidade num cemitério de obras abandonadas.

Sérvulo anuncia agora de forma apoteótica calçamento em algumas poucas ruas da periferia com largura contestável. Em mão dupla, se um carro vier de um lado e outro carro do outro lado, pode haver colisão frontal em virtude das ruas estarem sendo calçadas fora do padrão de largura normal. 

O asfaltamento da Avenida Senador Dirceu Arcoverde também foi outra obra alardeada em bom tom pelo "Prefeito Pinóquio", mas barrada devido a falta de prestígio seu junto ao Governo do Estado e o também "Wellington Pinóquio" - governador que passa a vida prometendo e não cumpre nada.

Enquanto Edílson Sérvulo não passa de um prefeito medíocre, seu deputado federal Júlio César Carvalho Lima vai a festa da Colônia de Água Branca em Teresina, pega o microfone e diz: "No Piauí quem quiser ser prefeito de verdade, tem que ir a Água Branca ver o trabalho do Jonas Moura". É a vez do deputado levar o prefeito de Barras a Água Branca para ele aprender a ser prefeito, pois ainda é um ineficiente estagiário!

Enquanto isso, para Barras progredir, é necessário a influências de barrenses outros que têm prestígio e nome limpo junto a sociedade. O médico e ex-vereador Carlos Monte foi até a Secretaria de Estado da Infra-estrutura e conseguiu a construção de 12.741 metros quadrados de calçamento para Barras, com recursos na ordem de R$ 1.550, 642,89. O calçamento ligará a Avenida Dirceu Arcoverde, no Bairro Palestina, ao Colégio Agrícola da Vila Padre Mário.

Reações:

Postar um comentário

 
Top