Tem causado insatisfação entre as famílias residentes nas imediações da Praça Monsenhor Boson, região do Centro Histórico de Barras, a forma como a prefeitura vem executando a poda das árvores do logradouro público. A insatisfação que é também de barrenses residentes em outras áreas da cidade, se faz jus em virtude de falta de conhecimento técnico de quem fez as podas. No lugar de serem cortados galhos secos ou de dimensões que prejudiquem as próprias árvores ou o paisagismo do local, estão cortando toda a copa das árvores.

Até para se podar uma árvore é necessário conhecimento técnico, mas anomalias administrativa tem sido muito peculiares na administração do prefeito Edílson Sérvulo em todas as áreas da sua acéfala administração.

O Tribuna de Barras faz convite ao prefeito barrense para visitar a cidade de Água Branca, distante 210 Km de Barras e tomar uma aula de administração pública com poucos recursos próprios, e ainda com a inteligência de se conseguir aprovar projetos junto ao Governo Federal que beneficiem por demais o município e o povo.



(*) Fotos: Bagal

Reações:

Postar um comentário

 
Top