Foto ilustrativa

Os moradores do Residencial São Francisco, localizando margeando a rodovia estadual que liga Barras a cidade de Batalha, estão cobrando das autoridades competentes, em especial da polícia, que faça valer a lei proibindo o uso de paredão de som no bairro, especialmente a noite. As pessoas precisam dormir, precisam trabalhar no dia seguinte, noites sem um sono perfeito tem prejudicado a vida de muitos do Residencial São Francisco devido a irresponsabilidade de alguns que usam paredão de som e a falta de cumprimento da lei por parte da Polícia Militar.

O jornalista, historiador e web designer Francisco Vieira, residente no bairro afetado pela poluição sonora desabafou em sua página na rede social Facebook. Leia abaixo.

Francisco Vieira

"Imagine o seguinte cenário: Você chega em casa por volta das 9h extremamente cansado, toma banho, refaz a rota dos afazeres do dia seguinte, se recolhe ao seu quarto pensando em ter uma noite de sono reparador... Pois é, este é o script normal para uma noite de quinta-feira de quem mora no Residencial São Francisco. Acontece que você começa a dormir e de repente às 11:00h um mega barulho advindo de um paredão o acorda subitamente, como se você sofresse uma pancada na cabeça. 



Coisa mais imbecil, irresponsável de quem pensa que paredões de som podem ser ligados a todo volume, a qualquer hora e em qualquer lugar. Eu vou avisar mais uma vez: Se voltar a acontecer de maneira sistemática como vem acontecendo, levarei ao conhecimento das autoridades. E quem quiser se zangar que se zangue, só estou exercendo o meu direito, que começa quando termina o dos outros."
Reações:

Postar um comentário

 
Top