Árbitro do Rio Grande do Norte provoca
confusão em jogo entre o River e Fortaleza
Rigorosamente prejudicado pela arbitragem, o River não conseguiu derrotar o Fortaleza na noite desta quarta-feira (23), no Estádio Albertão, em Teresina, e acabou eliminado da Copa do Nordeste. A vitória por 2 a 1 garantiu, ao time cearense, continuar na competição como um dos três melhores segundos colocados.

As três vagas de segundo colocado ficaram para Salgueiro, Santa Cruz e Fortaleza, todos com 10 pontos ganhos e 3 vitórias, mas com saldo de gols superior ao do Sampaio Correa, de São Luís, que também somou 10 pontos e 3 vitórias. O trio do Rio Grande do Norte errou seguidas vezes, mas sempre em prejuízo do bicampeão piauiense, influindo totalmente no resultado final da partida. 


No último jogo do River Atlético Clube, contra o Botafogo-PB, em João Pessoa, o árbitro também tirou a vitória do time piauiense. Se não fosse a arbitragem nesses dois jogos o Galo estaria hoje classificado para a fase mata-mata da Copa do Nordeste 2016.


FICHA TÉCNICA

RIVER 1x2 FORTALEZA (Copa do Nordeste - 1ª fase - 6ª rodada - Grupo D); Data; 23/03/2016 (quarta-feira à noite); Local: Estádio Albertão (Teresina - PI); Arbitragem; Italo Medeiros de Azevedo, auxiliado por Flavio Gomes Barroca e Lorival Candido das Flores (todos do Rio Grande do Norte).

Gols: Juninho 39 do 1° tempo; Tote (falta) 30 e Pio (pênalti) 34 do 2°.

Cartões amarelos: Naylson, Amarildo, Jadson (RIV), Daniel Sobralense, Anselmo, Everton, William Simões e Jean Mota (FOR).

Expulsões: Paulo Paraíba, aos 37 do 2° (vermelho direto).; Esquerdinha e Pio, aos 44 do 2°, por agressão mútua (vermelho direto).

River - Naylson; Tote, Paulo Paraíba, Índio e Jadson; Amarildo, Thiago Dias, Júnior Xuxa (Marquinhos) e Esquerdinha; Vanderlei e Fabinho (Lucas Bacelar). Técnico: Jeferson Magno Barbosa da Silva (Capitão).
Fortaleza - Ricardo Berna; Edimar, Max Oliveira, Lima e Wilian Simões; Pio, Jean Mota, Daniel Sobralense (Bruno Melo) e Everton; Juninho (Eduardo) e Anselmo. Técnico: Marquinhos Santos.

(*) Com informações de Severino Filho, Site do Buim, acesse sitedobuim.blogspot.com



Italo Medeiros de Azevedo, árbitro do Rio Grande do Norte, descaradamente
"assaltou" o River Atlético Clube dando vitória ao Fortaleza. Ele teve que sair do Estádio Albertão protegido pela polícia.



Confira abaixo os relatos da súmula do árbitro

  • “Informo que aos 38 minutos do segundo tempo foi atirado um objeto (sabugo de milho) em direção ao campo de jogo, onde estavam jogadores e arbitragem, esclareço que tal objeto não atingiu ninguém.”
  • “Informo também que após o término da partida, quando a equipe de arbitragem dirigia-se ao vestiário, houve arremessos de sandália e garrafa plástica de água mineral contra a arbitragem. esclareço que tais objetos não atingiram ninguém.”
Ainda na súmula, o árbitro também explicou as expulsões dos riverinos Paulo Paraíba e Esquerdinha e do volante Pio, do Fortaleza, em mais um relato que pode prejudicar o time piauiense e fazê-lo ficar sem dois dos seus principais jogadores por gancho do Tribunal.
  • Paulo Paraíba: “Expulsei o atleta com cartão vermelho direto, por ter usado palavras ofensivas e grosseiras contra a arbitragem, proferindo as seguintes palavras: “Vocês estão de sacanagem, vão tomar no cú”. Essas palavras foram proferidas diretamente ao árbitro assistente nº 01, Sr. Flávio Gomes Barroca, que me chamou e comunicou o ocorrido. O atleta expulso resistiu em sair do campo de jogo e necessitou ser contido pelos seus companheiros de equipe para deixar o campo de jogo.”
  • Esquerdinha: “Expulsei com cartão vermelho direto, por atingir seu adversário, o nº 05, Sr. Francisco Hércules Araújo, com o soco no pescoço, após a paralisação da partida. O atleta atingido não necessitou de atendimento e também foi expulso por revidar.
As expulsões e os arremessos de objetos ao campo serão analisadas e julgadas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e podem render multa e perda de mando de campo ao River e suspensão de partidas aos jogadores.

Saiba mais sobre o árbitro Ítalo Medeiros de Azevedo

Nome completo: Ítalo Medeiros de Azevedo
Data de nascimento: nasceu em 18 de Fevereiro de 1975, na cidade de Jardim do Seridó, estado do Rio Grande do Norte.
Início da arbitragem: Começou em 2004 apitando jogos das categorias de base dos campeonatos da Federação Norte-rio-grandense de Futebol.
Primeiro jogo que apitou no profissional: São Gonçalo 3x0 Macau, pelo Campeonato Potiguar de 2006, no antigo Estádio Machadão, em Natal.
Ano em que entrou para os quadros da CBF: passou a integrar os quadros de arbitragem da CBF em 2009.


Reações:

Postar um comentário

 
Top