Uma quadrilha suspeita de roubar R$ 6 mil de distribuidora de bebidas em Balsas, no Maranhão, foi presa nesta segunda-feira (15) em Uruçuí, Sul do Piauí. Três jovens foram presos, entre eles uma grávida, e um menor apreendido com armas, drogas, dinheiro e outros produtos roubados. Nos celulares dos suspeitos foram encontradas várias fotos dos integrantes da quadrilha ostentando dinheiro e armas de fogo.

Segundo o delegado Jarbas Lima, o assalto a distribuidora ocorreu no sábado (13) e em seguida os suspeitos fugiram para Uruçuí com o intuito de se esconder. No mesmo dia do crime foi apreendido outro menor de 17 anos, que também fazia parte da quadrilha, com um revólver e dinheiro roubado. Nos aparelhos celulares, fotos mostram o estilo de vida dos suspeitos.

"O grupo é bastante perigoso. Nos celulares apreendidos há várias fotos e um vídeo deles com armas de fogo e ostentando as notas. Provavelmente o dinheiro é proveniente de roubos que eles fizeram na região. Existem inclusive informações de que eles cometeram assaltos no Maranhão e em Tocantins, e que já respondem por roubo e tráfico de drogas, mas ainda estamos averiguando isso", contou.

O delegado contou que a quadrilha estava sendo monitorada e chegou a receber informações de que o grupo estaria traficando drogas e pretendia cometer assaltos em Uruçuí. Ele não descartou a possibilidade de novas prisões e já acionou a Polícia do Maranhão para ajudar nas diligências. "A quadrilha é grande e estava aterrorizando Balsas desde o carnaval. Há ainda outros elementos a serem presos, mas estamos juntando forças com as Polícias Civil e Militar do Maranhão com o objetivo de prender os demais integrantes", diz o delegado.

Os maiores de idade foram autuados em flagrante delito por corrupção de menores, roubo qualificado, ameaça, tráfico de entorpecentes e posse ilegal de arma de fogo e associação criminosa. Como o menor não participou do roubo, ele foi apreendido e autuado por tráfico e posse ilegal de arma de fogo.

Participaram da prisão os policiais civis da Delegacia de Uruçuí e policiais militares do 10º Batalhão Polícia Militar. Os presos estão à disposição da justiça e caso seja decretada a prisão preventiva serão os homens transferidos posteriormente para a Penitenciária Vereda Grande em Floriano e a mulher para o Presídio Feminino em Teresina.

(*) Fonte: G1PI
Reações:

Postar um comentário

 
Top