O empresário piauiense Kaleu Torres, da mais tradicional família da cidade de Miguel Alves, situada a 90 Km de Barras, dono da loja Varejão do Povo, foi morto com uma facada abaixo do peito esquerdo na noite desta Segunda-feira (8) em bloco de carnaval ena cidade Buriti, no Maranhão.  
A confusão teria começado ainda no corredor da folia quando, segundo testemunhas, o empresário teria derrubado, acidentalmente. A partir daí, um tumulto e um quebra-quebra de garrafas teria começado, provocando uma briga generalizada entre os participantes do bloco carnavalesco.
Segundo o tenente Miguel Ramos Batista, comandante da companhia de Polícia Militar da região, Kaleu Torres chegou a ser perseguido, mas acabou sendo atingido com uma facada. Ainda na tentativa de escapar ele foi derrubado em frente a uma pizzaria onde foi violentamente executado pelos perseguidores.
A show do Carnaval foi interrompido antecipadamente por conta do crime e o SAMU foi chamado até o local para socorrer o empresário, que não resistiu e acabou morrendo no local.
Segundo a Polícia informou ao Tribuna de Barras, dois suspeitos foram presos logo após o crime e o terceiro foi localizado na manhã de Terça-feira (9).
Kaleu Torres era natural de Miguel Alves e morava há três anos em Buriti-MA, onde era conhecido por patrocinar eventos na cidade.

Reações:

Postar um comentário

 
Top