Imagens do carnaval das cidades de Barras e Água Branca


O Tribuna de Barras esteve presente em 2016 nos carnavais de Barras e Água Branca, ambas as cidades distantes 216 quilômetros um da outra. 

A identidade entre Barras e Água Branca começou em 2009 quando foi fundado na Capital Econômica do Médio Parnaíba um núcleo de futebol júnior do Barras Futebol Club, perdurando até 2011. Jogadores entre 13 e 18 anos advindos de Água Branca passavam períodos em Barras treinando sob o comando do técnico Pedro Silva, e jogadores das mesmas idades e filhos de Barras passavam o mesmo período em Água Branca treinando sob o comando do técnico Ivaldo Rômulo Sousa. Vários jogadores de Água Branca e cidades vizinhas passaram a integrar o elenco profissional do Barras Futebol Club e até o então prefeito Manim Rêgo e os diretores do Barras, Paulo Afonso Silva e Robert Brown Carcará, se dirigiram a Água Branca para conhecerem de perto o trabalho, e foram recebidos com muita atenção pelos aguabranquenses em reunião na Câmara Municipal, onde fogos de artifício explodiam no ar saudando os ilustres visitantes. Desse intercâmbio nasceu um respeito mútuo e uma amizade que perdura.

O Tribuna de Barras, fazendo parte e cultuando essa amizade entre barrenses e aguabranquenses, fez estreia esta semana de um blog com notícias somente de Água Branca. Matérias diárias, mostrando o carnaval da cidade, fez com que o Tribuna de Barras fosse o veículo de comunicação que melhor cobriu jornalisticamente a  festa de Momo na cidade de 17 mil habitantes, situada na região do Médio Parnaíba Piauiense. Água Branca não teve este ano o tradicional Bloco Edi Babá, mas teve o Vôa-Vôa que conseguiu adesão de uma boa quantidade de foliões e contribuiu para o sucesso da festa. Nota dez mesmo foi para o belo Corso com bonitos carros alegóricos, foliões muito bem fantasiados. O Mela-Mela é uma espetáculo a parte, foliões usam maisena ou talco para jogarem uns nos outros, pela primeira vez aconteceu na Orla do Açude Municipal, sempre no final de cada tarde. As fotos postadas abaixo, dizem tudo sobre a beleza do carnaval aguabranquense.

E Barras? Há, Barras continuou no seu pique tradicional fazendo uma das melhores festas carnavalescas do Piauí. O Tribuna de Barras tornou-se mais uma vez, incluindo as emissoras de televisão, o veículo de comunicação que mais divulgou o forte carnaval barrense. Várias matérias postadas diariamente, fotografias das mais belas que mostravam a dimensão da festa e a satisfação dos foliões. O carnaval de Barras este ano continuou forte com o Bloco Dinamite, boas bandas colocadas em locais estratégicos da cidade, além do bonito Corso, realizado pela primeira vez. As fotos que postamos abaixo dizem tudo.

Barras e Água Branca se abraçam neste carnaval não só pela amizade que surgiu com um time de futebol, o Barras Futebol Club, mas por juntas fazerem os dois melhores carnavais do Piauí em 2016. Foram para Água Branca e Barras onde destinaram-se a maioria dos turistas advindos das mais diferentes cidades piauienses e de muitas outras de estados vizinhos.

Parabéns Água Branca, parabéns Barras, os dois melhores carnavais do Piauí em 2016.

Picos

O carnaval da cidade de Picos, distante 350 Km de Teresina, se resumiu a bandas colocadas em pontos estratégicos da cidade e um corso onde faltou fantasia na maioria dos foliões e nos próprios caminhões. Mesmo assim uma grande multidão compareceu a cidade de 80 mil habitantes, avinda especialmente das cidades vizinhas. Não foi um carnaval como nos anos anteriores, mas agradou ao foliões que estiveram presentes.

União

O Bloco Os Gatões levou milhares de pessoas às ruas com muita criatividade e irreverência e foi o ponto alto do carnaval da progressista cidade de 43 mil habitantes. Bandas foram colocadas em praças para animarem os foliões. Distante 50 Km de Teresina, União fez mais uma vez um carnaval animado e de bom gosto.

Teresina

O carnaval da Capital se resumiu ao desfile das escolas de samba na Avenida Marechal Castelo Branco e ao desfile do bloco Capote da Madrugada. Carnaval verdadeiro com desfile de escolas de samba, blocos, samba, frevo, marcha e maracatu, mas pela dimensão da cidade a festa ficou isolada e sem grande participação popular. Muitos dos teresinenses também viajam para cidades do interior do Estado no carnaval.

Altos

O carnaval de Altos, cidade distante 40 Km de Teresina e com 42 mil habitantes, foi um dos mais animados da história. Contou com bandas espalhadas em vários lugares e com participação ativa da população. Tem tudo a crescer nos próximos anos.

Floriano

A Princesa do Sul não ganhou o mesmo destaque de anos anteriores com seu tradicional carnaval. Mas mesmo assim muita gente foi a Floriano, especialmente das cidades vizinhas e do estado do Maranhão. Floriano, 70 mil habitantes,  fez um bom carnaval, o desfile das escolas de samba foi o ponto alto da festa e quem foi a cidade que fica distante 250 Km de Teresina não se arrependeu.

Parnaíba e Luis Correia

Distante 350 Km de Teresina, Luis Correia não tem carnaval na sua maior essência. Os turistas que vão a cidade geralmente são atraídos pelo oceano atlântico, mas o Governo do Estado costuma colocar bandas nas praias para divertirem os foliões. Já em Parnaíba, cidade de 150 mil habitantes, o destaque foi o tradicional desfile das escolas de samba, a prefeitura também colocou bandas de música em praças públicas, mas o carnaval parnaibano não obteve o mesmo brilho dos anos passados.

Veja abaixo fotos do carnaval 2016 em Barras

















Veja abaixo fotos do carnaval 2016 em Água Branca

















Reações:

Postar um comentário

  1. Prezados (as) Srs (as),

    É necessário que as mulheres em idade fértil sejam esclarecidas sobre os riscos do zika vírus e orientadas.

    É altamente recomendável que a gravidez seja evitada no momento.

    O problema é que muitas mulheres carentes engravidam de forma indesejada por não terem acesso à informação e aos métodos anticoncepcionais. Depois as mães carentes enfrentam diversas dificuldades para conseguir criar os filhos, sem acesso a saúde, educação e vida digna. Os filhos são os que mais sofrem no final.

    Médicos recomendam que mulheres evitem gravidez

    Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o infectologista Artur Timerman, presidente da Sociedade Brasileira de Dengue e Arboviroses, desaconselha as mulheres a engravidarem agora, mesmo aquelas que moram em regiões sem surtos de zika.

    O presidente eleito da Federação dos Ginecologistas e Obstetras, Cesar Fernandes, ressalta que as mulheres que moram em regiões endêmicas para zika devem adotar “uma anticoncepção efetiva”. Já nas demais regiões “o princípio da precaução deve ser adotado”.

    http://opiniaoenoticia.com.br/brasil/medicos-recomendam-que-mulheres-evitem-gravidez/

    ResponderExcluir

 
Top