Depois de mostrarmos aqui no Tribuna de Barras as agressões que vêm sofrendo o Rio Marathaoan em todo seu percurso no território barrense, especialmente na zona urbana, várias denúncias estão chegando também sobre crimes ambientais praticados em Boa Hora e Esperantina.

No município de Boa Hora, além das pedras do Rio Longá estarem sendo quebradas para serem usadas em calçamento de ruas e na construção civil, (a mesma coisa que acontece em Barras), estão também retirando carradas de areia do rio.

As fotos que ilustram esta matéria do Tribuna de Barras foram feitas no último dia 2 de Janeiro no trecho do Longá que fica próximo a cidade de Boa Hora, na região da Puba. Pescadores que atuam na região dizem que o crime ecológico da quebra das pedras e retirada de areia do rio, está sendo feito por pessoas de Boa Hora.

É necessário que as secretarias de meio ambiente tanto de Barras como de Boa Hora, ajam em conjunto para reprimir tamanha agressão ao Longá.

(*) Fotos: Adelina Barbosa







Reações:

Postar um comentário

 
Top