Construída em 1961 a Ponte dos Trabalhadores, erguida sobre o Rio Marathaoan na PI-113, rodovia que liga Barras a Teresina, apresenta rachaduras no seu piso além de estar com parte de uma das grandes de proteção quebrada.

Sem nenhuma ação do Poder Público para recuperá-la os usuários temem que com a chegada do período chuvoso os buracos aumentem e a ponte possa até ser interditada.

Ao lado da ponte temos uma barragem, a primeira erguida nos rios de Barras. Essa barragem também já apresenta buracos e necessita de reparos.

Barras e o povo abandonados

O povo de Barras não sabe mais a quem pedir providências para resolver os problemas mais banais da cidade e do município. Há um ar de desleixo em Barras, tudo abandonado, apenas alguns prédios públicos pintados pelo lado de fora, como o Palácio Casa Rosada, o antigo Patronato hoje sede da Secretária Municipal de Educação e o sobrado do Palácio Municipal, além da jardinagem das praças Senador Joaquim Pires e Monsenhor Boson. Nada mais a comemorar. O muro do Estádio Municipal Juca Fortes está caído há um ano e meio, buracos proliferam pelas ruas e muitas delas sem nem calçamento ter! Não há sinalização de trânsito horizontal, vertical e nem luminosa nas ruas e avenidas. As quadras de esporte de responsabilidade do município estão todas depredadas e a do Bairro Xique-Xique totalmente destruída. Não há ação social entre os mais pobres, apenas passeios a praias e festinhas dando bolo e refrigerante com festejadas fotos postadas nos sites e blogs oficiais. Seria bom que o prefeito Edílson Sérvulo respondesse ao Tribuna de Barras e aos seus conterrâneos "o que ele faz mesmo com o dinheiro da prefeitura?".






(*) Fotos: Juarez Santos
Reações:

Postar um comentário

 
Top