Na manhã desta Quarta-feira (2), dois bandidos munidos de facas, renderam e assaltaram uma jovem de nome Lílian após a mesma sacar dinheiro na agência do Banco do Brasil localizada à Praça Senador Joaquim Pires, centro de Barras.

Ao ser abordada a jovem ofereceu seu aparelho de telefone celular, pensando ser o mesmo o alvo da intenção dos marginais, mas eles recusaram o objeto e ameaçando-a com uma faca pediram o dinheiro que ela havia acabado de sacar no Banco do Brasil, o que prova que os bandidos estavam dentro da agência observando quem sacava dinheiro para após a pessoa sair, persegui-la. 

Os dois bandidos levaram a quantia de R$ 730,00 que Lílian havia sacado na agência bancária e fugiram correndo pela rua que passa em frente a agência dos Correios.

Segundo as informações passadas pela vítima à polícia, os dois marginais aparentam ser menores de idade. Segundo os policiais há informações de outros assaltos realizados nestes dias de festejos da Padroeira da cidade, cujos assaltantes possuem  as mesmas características dos dois que atacaram a jovem Lílian.

O caso está entregue ao 13º Batalhão da Polícia Militar e os policiais estão a procura dos bandidos, que se forem menores de idade, devido serem protegidos pelo ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente, nada ou praticamente nada irá acontecer com eles!

Falta de ação do Conselho Tutelar

Segundo apurou o Tribuna de Barras, há também muitos jovens menores de idade consumindo bebidas alcoólicas em bares e shows nestes dias de festejos da Padroeira, e não se ver nenhuma ação coibitiva por parte dos conselheiros tutelares, que foram eleitos e são pagos para coibirem juntamente com a polícia tais ações. É obrigação ainda dos conselheiros tutelares proibirem juntamente com a polícia a permanência de menores de idade nas ruas após as 23 horas, contanto que não estejam acompanhados dos pais ou responsáveis.




Reações:

Postar um comentário

 
Top