No último sábado (19) um fato inusitado tomou conta dos meios de comunicação do Estado: o prefeito de Boa Hora, cidade da Região da Grande Barras, teria mordido a orelha de um professor. Boa Hora foi emancipada de Barras e possui cerca de 6.300 habitantes e 21 anos de fundação.
Segundo o professor de educação física Paulo José, o prefeito José Resende, que recentemente filiou-se ao PT, o teria agredido numa colação de grau no município na última Sexta-feira (18) e o caso foi parar na polícia após o registro de um Boletim de Ocorrência. O professor ainda se dirigiu ao Hospital Leônidas Melo, em Barras, e realizou exames, cujo laudo apontou uma lesão na orelha esquerda causada por mordida.
O professor Paulo José, de 37 anos, disse que prestigiava a formatura de uma turma de ensino fundamental. "Eu estava com minha sobrinha, que estava formando. Eu sou professor da Escola Cecília Coelho de Resende. Eu fui convidado, não estava de penetra. O professor tem que cumprimentar a mesa, já que os vereadores e o prefeito são autoridades da cidade. Quando fui cumprimentar o prefeito, ele pegou na minha nuca e foi falando no meu ouvido. Disse que eu só tinha 10 votos pro Robert Rios, que eu não tinha moral nenhuma e que quem mandava na cidade era ele. Em seguida já foi me mordendo. Depois de meia hora o pessoal disse que estava sangrando, passei a mão e vi que estava lesionado", finalizou o professor agredido.


Foito feita após suposta agressão

Professor Paulo José: 'Prefeito Zé Resende agride quem é contra a sua ditadura'
O professor Paulo José
Prefeito José Resende
Reações:

Postar um comentário

 
Top