O TRE-PI pretende extinguir 11 zonas eleitorais do interior, que deixam de existir já a partir das eleições de 2016. O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, desembargador Edvaldo Pereira de Moura, convidou as autoridades de todos os poderes para a audiência pública, na próxima Sexta-feira (13), às 8h30min, no plenário do órgão, para discutir a extinção dessas zonas eleitorais.
O motivo da extinção seria a baixa demanda de atendimento, aquém da média mínima estabelecida pelo Tribunal Superior Eleitoral para que continuem funcionando.
A partir das conclusões do levantamento feito por um grupo de trabalho designado pelo presidente do TRE-PI, serão extintas várias  zonas eleitorais do Piauí, dentre elas a 86ª Zona Eleitoral da cidade de Nossa Senhora dos Remédios, com 7.173 eleitores, que será remanejada para a 49ª zona, em Porto. Nossa Senhora dos Remédios é uma das cidades da Região da Grande Barras, ficando distante da Terra dos Governadores cerca de 50 Km.
Segundo o  levantamento, a economia com a extinção das 11 zonas eleitorais seria de 1,7% do orçamento do TRE-PI. Com a exclusão das despesas com pessoal – são dois servidores por zona eleitoral – a economia seria de 6%, ou o equivalente a R$ 2.099.311,83 em ano não eleitoral.
Foram convidados para a audiência o governador Wellington Dias, presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Filho; procurador-regional eleitoral, Kelston Pinheiro Lages; presidente da APPM, Arinaldo Leal, prefeitos, vereadores, presidentes das Associações de Magistrados, do Ministério Público e dos Servidores da Justiça Eleitoral, Ordem dos Advogados do Brasil, juízes, promotores e chefes de cartórios eleitorais.
Vistas da cidade de Nossa Senhora dos Remédios 
Reações:

Postar um comentário

 
Top