Depois de perder no tempo normal, pelo mesmo placar do primeiro jogo (2 a 0), o River conquistou a vaga para a decisão da Série D do Campeonato Brasileiro ao derrotar, na tarde deste sábado, na cobrança dos tiros livres da marca do Pênalti, a equipe do Ypiranga, em emocionante jogo disputado no Colosso da Lagoa, em Erechim, interior gaúcho.
No primeiro tempo, o Ypiranga abriu a contagem logo aos 11 minutos, quando o árbitro marcou um pênalti inexistente a favor do time da casa e João Paulo converteu a cobrança com um chute bem colocado. Apesar da falha da arbitragem, o time gaúcho foi melhor e mereceu a vitória parcial na etapa primeira da partida.
No segundo tempo, o River começou melhor e por muito pouco não chegou ao gol de empate. A melhor chance veio nos pés de Fabinho. Eduardo cruzou da esquerda e Fabinho completou sozinho, dentro da pequena área, mas a bola subiu e passou sobre a meta de Carlão. Pouco tempo depois, veio o segundo gol, em mais um lance que teve origem irregular.

O atacante Fabinho foi lançado em excelentes condições e a assistente assinalou impedimento com o último zagueiro dando inteiras condições de jogo ao atacante tricolor. O Ypiranga cobrou o impedimento e a bola chegou ao ataque, com Maycon sendo servido e assinalando 2 a 0. O resultado, porém, permaneceu até o final, levando a decisão da vaga para a cobrança dos tiros livres da marca do pênalti.
Com a classificação, o River vai decidir a Série D contra o vencedor do confronto Remo (PA) x Botafogo (SP), cujo segundo jogo será realizado amanhã. Se o Remo for o finalista, o segundo jogo será em Belém; se o adversário do River for o Botafogo, a segunda partida deverá ser em Teresina, a menos que o Botafogo derrote o Remo por boa margem de gols.

AS COBRANÇAS
Ypiranga 1x0 - João Paulo chuta à esquerda de Naylson, no canto, fazendo 1x0 para o time da casa.
River 1x1 - Eduardo chuta pelo alto, sem chances para o goleiro Carlão.
Ypiranga perde - Jonatan chuta à direita de Naylson, que faz a defesa.
River perde - É a vez de Alex Santos, que chuta rasteiro, no canto direito de Carlão, que também defende.
Ypiranga 2x1 - Branquinho converte, chutando no canto direito de Naylson.
River 2x2 - Um chute forte de Índio, à direita do goleiro Carlão.
Ypiranga 3x2 - É a vez de Laerte chutar rasteiro, no canto esquerdo de Naylson.
River 3x3 - Fabinho, tranquilo, chuta forte, sem chances para Carlão.
Ypiranga 4x3 - Saldanha quase perde, mas a bola toca o poste, no ângulo esquerdo de Naylson e vai para a rede.
River 4x4 - Tote chuta forte, no canto direito de Carlão. Termina a primeira série.
Ypiranga perde - Abrindo a série de cobranças alternadas, Claudinho chuta no canto direito de Naylson, à meia altura, e o goleiro tricolor defende.
River 5x4 - A virada do Galo veio com o próprio goleiro Naylson. Ele efetua a cobrança e chuta forte, fora do alcance de Carlão, que cai para o lado oposto. Timão na final.

FICHA TÉCNICA
YPIRANGA (RS) 2x0 RIVER (Campeonato Brasileiro de Futebol - Série D - Fase Semifinal - 2° jogo); Data: 31/10/2015 (sábado à tarde); Local: Estádio Colosso da Lagoa (Erechim - RS); Arbitragem: Antonio F. de Carvalho Schneider (Rio de Janeiro), auxiliado por Fernanda Colombo Uliana (Pernambuco) e Michael Correia (Rio de Janeiro).
Gols: João Paulo (pênalti) 11 do 1° tempo; Maycon 12 do 2°.
Cartões amarelos: Branquinho, Maycon, Fernando (YPI), Eduardo e Amarildo (RIV).
Pênaltis - River 5x4 - 1ª série - João Paulo (Ypi 1x0), Eduardo (River 1x1), Jonatan (perdeu), Alex Santos (perdeu), Branquinho (Ypi 2x1), Índio (River 2x2), Laerte (Ypi 3x2), Fabinho (River 3x3), Saldanha (Ypi 4x3) e Tote (River 4x4).
2ª série - Claudinho (perdeu) e Naylson (River 5x4).
Ypiranga - Carlão; Saldanha, Claudinho, Fernando e Laerte; Costa, Robson, Maycon (Juninho) e Jean Paulo (Branquinho); João Paulo e Miranda (Jonatan). Técnico: Leocir Pedro Dall'Astra.
River - Naylson; Tote, Índio, Rafael Araújo e Jadson; Amarildo, Rogériio (Alex Santos), Esquerdinha (Thiago Dias) e Júnior Xuxa (Bruno Lopes); Eduardo e Fabinho. Técnico: Flávio Araújo.

(*) Texto: Severino Filho, Site do Buim, acesse sitedobuim.blogspot.com.br
Reações:

Postar um comentário

 
Top