Sem viaturas de polícia, um preso foi conduzido algemado, em um “carro de mão”. O flagrante da falta de estrutura foi feito na cidade de União, localizado a 59 quilômetros de Teresina. Com todo esse descaso para com a segurança pública, Wellington Dias, governador do Piauí pelo PT, cortou R$ 2 milhões da verba destinada a área de segunça para o ano de 2016, conforme publicação do Tribuna de Barras.
A imagem de Joelson, de 22 anos, sendo transportado nas ruas da cidade até a delegacia, é digna de um filme de ficção, mas que reflete a realidade, devido a falta de estrutura na Secretaria de Segurança Pública do Piauí. Ele é acusado de ter realizado dois arrombamentos e um furto num período de 24 horas. Contra o mesmo homem pesa ainda a acusação de furtar uma bicicleta.
Com Joelson a polícia apreendeu um carro de mão, um botijão de gás, cadeiras e roupas, que teriam sido furtadas durante os arrombamentos. Como não tinha viatura para conduzir o homem até a Delegacia, os policiais o colocaram no próprio carro de mão que ele roubou e fizeram o transporte.
A viatura que serve a delegacia apresentou problema mecânico e estava na oficina no dia do ocorrido. ‘Graças a Deus o problema da falta de viatura já foi solucionado’, disse, nesta Sexta-feira (06/11/2015), o policial que fez as fotos do preso no carro de mão.



(*) Com informações adicionais do Portal AZ.

Reações:

Postar um comentário

 
Top