Numa noite que tinha tudo para ser de festa, o River não conseguiu furar o bloqueio da defesa paulista e ficou no empate de 0 a 0 com o Botafogo de Ribeirão Preto, resultado que garantiu o título de campeão da Série D do Campeonato Brasileiro para o quadro visitante, que já havia vencido a primeira partida por 3 a 2.

O time piauiense não realizou um bom primeiro tempo, criando poucas oportunidades. Na fase final, o Galo melhorou, e ainda teve a vantagem de ver o adversário ficar com um homem a menos, devido a expulsão de Cesar Gaúcho. Mas nem a melhora de produção, nem a vantagem numérica, foram suficientes para a vitória se consumar.

Ao final do jogo, com o título definido para o Botafogo, a torcida gritou GALO e aplaudiu o time que conquistou o que era quase inacreditável para o futebol piauiense - o acesso à Série C de 2016. Apesar da perda do título, o River manteve a invencibilidade dentro de casa e encerrou o campeonato com a melhor colocação de um time piauiense numa competição nacional.

FICHA TÉCNICA

RIVER 0x0 BOTAFOGO-SP (Campeonato Brasileiro de Futebol - Série D - Final - Segundo jogo); Data: 14-11-2015 (sábado à noite); Local: Estádio Albertão (em Teresina - PI); Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio (FIFA), auxiliado por Cristhian Passos Sorence e Jesmar Benedito Miranda de Paula (todos de Goiás).

Cartões amarelos: Fabinho, Naylson, Amarildo, Júnior Xuxa (RIV) e Cesar Gaúcho (BOTA).

Expulsão: Cesar Gaúcho, aos 10 do 2°, por prática de jogo brusco (segunda advertência).

River - Naylson; Tote, Índio, Rafael Araújo e Jadson (Robinho); Amarildo (Esquerdinha), Thiago Dias e Júnior Xuxa (Raphael Freitas); Eduardo, Célio Codó e Fabinho. Técnico: Flávio Araújo.

Botafogo-SP - Neneca; Carlos Henrique, Caio Ruan, Mirita e Augusto; Cesar Gaúcho, Daniel Borges, Diego Pituca e Vitinho (Lucas Ribeiro); Nunes (Dudu) e Canela (Matheus). Técnico: Marcelo Veiga. 







(*) Texto: Severino Filho, Site do Buim
Reações:

Postar um comentário

 
Top