Homens da Polícia Militar do Piauí que trabalham na cidade de Batalha, distante 38 Km de Barras,  foram acionados por volta do meio dia de hoje (12) para apagar um incêndio em um depósito de cisternas localizado próximo ao Povoado do Bode, na zona rural do município da Região da Grande Barras. 

Até as 14 horas, o Corpo de Bombeiros ainda não tinha chegado ao local e os policiais militares relataram ter dificuldades para conter o fogo.
Segundo o sargento Messias Machado, comandante da PM de Batalha, havia pelo menos 100 cisternas no depósito quando o fogo começou. “Umas 40 ficaram totalmente queimadas e o restante, nós conseguimos salvar. Estamos agora tentando contatar o responsável pelo local”, diz o major Messias.
Alguns funcionários do depósito apareceram enquanto os policiais, com a ajuda da população, tentaram controlar o fogo. Segundo o sargento Messias, eles já transferiram as cisternas salvas para outro local e iriam começar a calcular os prejuízos causados pelas chamas no local.
Ninguém ficou ferido, uma vez que o depósito fica localizado em um ponto menos povoado da região, e não havia riscos das chamas se alastrarem facilmente. O maior problema, segundo a PM, era a fumaça preta que saía do depósito atrapalhando a visão dos policiais e dificultando a respiração.
Os PM’s levaram duas horas para conter o fogo. As causas do incêndio ainda não foram descobertas. “Isso, só a perícia dos Bombeiros que vai dizer. Estamos aguardando a chegada deles”, finaliza o sargento Messias.
Informações colhidas pelo Tribuna de Barras dão conta de que o incêndio pode ter sido criminoso e com conotação política.
Reações:

Postar um comentário

 
Top