Perfilados para o Hino Nacional, o Clube de Regatas do Flamengo e a Sociedade Esportiva Tiradentes

Suado, chorado, sofrido. Não importa. Para o Tiradentes, a vitória magra por 1 a 0 na noite deste Domingo (11) representou um passo importante para a classificação da equipe às semifinais do Campeonato Brasileirão de Futebol Feminino. Por isso, a comemoração como se fosse uma goleada. Contra o Flamengo-RJ, o Tigre impôs um ritmo forte de ofensividade e contou com o apoio da torcida no estádio Albertão, em Teresina – 460 pagantes, renda de R$ 4.460,00. O gol de Geórgia, aos 38 minutos do segundo tempo, manteve as piauienses na vice-liderança do Grupo¨6, agora com sete pontos. O Flamengo-RJ, que perdeu a segunda consecutiva (a terceira nesta segunda fase), é lanterna com três pontos. Na semana passada o time carioca perdeu de 3x1 para o Tiradentes, no Rio de Janeiro.

Na próxima rodada, o Tiradentes pega o líder Rio Preto-SP – que venceu o América-MG na rodada por 1 a 0. O duelo, que pode garantir a classificação antecipada das equipes, acontece na próxima Quarta-feira, às 15h30, no interior de São Paulo. O Flamengo-RJ faz mais um jogo longe da Gávea. Também na Quarta-feira, o Rubro-Negro vai até Sete Lagoas-MG e enfrenta o Coelho, às 18h, na Arena do Jacaré. A esperança do Flamengo-RJ em ir à terceira fase depende de uma vitória fora de casa.

No primeiro tempo, o Tiradentes desperdiçou uma avalanche de oportunidades. Poderia ter saído com o placar favorável no intervalo, mas pecou demais na hora da finalização. Com o meio-campo dominado, Andressinha – meia da seleção brasileira permanente escolhida pelo Tiradentes no draft – mais uma vez comandou as distribuições de bola entre as jogadoras do Amarelão. As atacantes Maga e Iara, porém, não souberam concluir. 
Em todo o jogo, o Flamengo-RJ raramente procurou o ataque, avançava nos erros de passe do rival piauiense. Um deles, a zagueira Lulu deu de calcanhar, e o campo ficou aberto para Maiara. O time da Gávea sentiu muito do calor de Teresina, tanto que a cada falta marcada as jogadoras corriam para a hidratação. Sem inspiração da meia Brena, a equipe de Celso Silva se fechou de uma forma eficiente, embolou e as zagueiras Camila e Mônica praticamente ganharam todas. 
Na etapa final, as rubro-negras mantiveram uma postura forte de marcação, apesar do volume intenso de criação do Tiradentes. O gol, contudo, saiu de bola parada, já na fase final de partida. A zagueira Lulu cobrou falta, a goleira Fernanda rebateu, e Geórgia, já quase caindo, empurrou para gol, com gosto de goleada para as piauienses. Amargo e ruim em termos de classificação para o Flamengo.


(*) Texto: Josiel Martins, Globo Esporte

Reações:
 
Top