A assessora do prefeito de Barras, Edilson Sérvulo, Genis Cleide Silva Oliveira (foto abaixo), que comparece assiduamente às seções da Câmara de Vereadores de Barras, foi agredida e ameaçada verbalmente pelo esposo da Vereadora Sula, conhecido como Ferdilanz, quando a mesma se encontrava no auditório do Legislativo Barrense, ouvindo o pronunciamento da Vereadora Sula, na seção de ontem, 20/10/15.

 No pronunciamento da vereadora, a mesma queixava-se de que pessoas em rodas de bebidas, estavam tecendo comentários pejorativos à sua pessoa, quando alguém interrogou Genis Cleide: “quem terá feito este comentário, Genis”? A assessoria do prefeito respondeu: “não sei, só sei que não foi eu, pois tu me conheces, quando falo, falo é na lata”. Ao ouvir o diálogo de Genis, o esposo da vereadora disparou, segundo Genis: “pois fala na lata dela, que ela vai dar na tua cara, pois se ela não te bater, quem vai apanhar na cara é ela quando chegar em casa”. 

Ato contínuo o esposo da Vereadora chamou a assessora de babona e que a presença dela na Câmara tinha por intuito fazer baderna. Genis disse a nossa reportagem que sua presença na Câmara Municipal nada mais é de que um exercício de cidadania e um direito seu como cidadã de acompanhar as deliberações do Legislativo, uma vez que tais ações dizem respeito ao coletivo do qual ela é peça integrante, e que estranha o comportamento agressivo de Ferdilanz  pelo fato de ela está simplesmente no exercício de suas prerrogativas e que mais estranho é o comportamento de vereadores que têm como pauta de discussões, assuntos pessoais em detrimento de debates de relevante interesse público como, por exemplo: a diminuição do tamanho, da quantidade e da importância do Hospital Leônidas Melo.


(*) Texto: Helcio Araújo, feito na rede social Facebook e reproduzido pelo Tribuna de Barras
Reações:

Postar um comentário

 
Top