Construída em 1979 na administração do prefeito Raimundo Alves de Sousa, a Praça Lucílio de Albuquerque veio para embelezar a frente da Unidade Escolar Gervásio Costa. Com um anfiteatro no centro e canteiros altos a arquitetura do logradouro era inovadora para época.

Com o passar dos anos e várias agressões sofridas tanto pelos que a usavam como por mal feitas reformas, a Praça Lucílio de Albuquerque foi entregue novamente a população pelo atual prefeito, Edílson Sérvulo.

Desta vez com traços arquitetônicos comuns, simples até demais e sem o anfiteatro no centro, a praça foi inauguarada sem que chamasse muito atenção, até porque toda sua beleza foi extinta. Com a reforma  e a derrubada do anfiteatro e os canteiros suspensos, esqueceram também de colocar uma placa que identificasse o logradouro. Coisa de Barras, cidade sem memória e sem respeito aos que por ela fizeram ou nome a deram.


Reações:
 
Top