Mais uma vez o desgoverno de Wellington Dias prejudica Barras, cidade
que deu a ele e a Mulher Presidenta mais de 70% dos seus votos!

O governador Wellington Dias (PT) baixou decreto extinguindo sete regionais de saúde no estado. O documento, de número 16.188, foi publicado no Diário Oficial do dia 17 de setembro e acaba com as regionais de Amarante, Barras, Corrente, Fronteiras, Paulistana, São João do Piauí e Esperantina.
O governo diz que está seguindo as exigências de uma legislação do SUS quanto ao papel das Regionais de Saúde. Afirma ainda da necessidade da Sesapi de fortalecer a articulação das Regionais de Saúde enquanto estruturas representativas do Estado nas regiões de saúde.
As regionais extintas serão incorparadas em coordenações regionais. Amarante, por exemplo, passa a pertencer à coordenação de Teresina. Paulistana e Fronteiras vão percenter a Picos (cidade administrada por prefeito do PT); Esperantina e Barras integram a coordenação de Piripiri (cidade do deputado Merlong Solano, do PT, que indicará o diretor). Já São João do Piauí e Corrente foram incorporadas pelos coordenações de São Raimundo Nonato e Bom Jesus (cidade do deputado Fábio Novo, do PT), respectivamente.
Segundo o decreto, são atribuições das coordenações regionais, dentre várias, apoiar o processo de implantação do serviço e das ações de saúde.

O Hospital Regional Leônidas Melo, de administração do Governo do Estado, está sucateado e não atende as necessidades de Barras, cidade de 46 mil habitantes.



Reações:
 
Top