Um grupo de pessoas, ainda não identificadas, invadiu na manhã desta Quinta-feira (28), a residência do pastor evangélico Martinho Pereira da Mata, da Igreja Assembléia de Deus, na cidade de Assunção do Piauí. Segundo informações repassadas por um professor da rede de ensino do município, a invasão aconteceu por volta das 5 horas da manhã.
O pastor Martinho Pereira da Mata é pai do jovem identificado como Gabriel da Mata, 27 anos, acusado de ter matado o motociclista Expedito Carlos de Melo, conhecido como 'Dito Capitão', de 54 anos de idade, em um acidente de trânsito no início da tarde da última Quarta-feira (27).
Segundo informações de populares, o Pastor Martinho já teria saído da cidade de Assunção do Piauí com sua família, provavelmente temendo que a população vingasse a morte do motociclista com algum tipo de violência.
Durante a invasão, portas da casa foram arrebentadas, móveis destruídos e queimados, inclusive a TV. Os vizinho não deram maiores detalhes de quem teria praticado o ato e ninguém quis comentar sobre o fato e se limitavam a dizer que não viram nada.
O pastor evangélico é uma pessoa de bem e obviamente não responde pelos atos do filho. As pessoas que atearam fogo em sua casa devem urgentemente ser presas pela polícia e responderem pelo crime que cometeram.

nael1.jpg

nael2.jpg

Reações:
 
Top