O governador Wellington Dias (PY), participou da comemoração do aniversário do Município de Miguel Alves.  Na oportunidade ele prometeu mais uma vez asfaltar a estrada que liga Miguel Alves a Barras! O asfalto da rodovia PI já foi prometido em outras administrações, mas nunca saiu do papel: na primeira vez que W. Dias foi governador e na vez de Wilson Martins (PSB). A via asfaltada, se construída for,  facilitará o acesso a regiões produtoras dos dois municípios e agilizará serviços essenciais.  
“Já conversei com o pessoal do DER-PI (que no 1º governo de W. Dias recebeu dinheiro para o asfaltamento da mesma estrada, segundo publicado na imprensa à época), e eles estão acionando a empresa para a partir desse ato de autorização aqui hoje, possamos realizar esta obra. Eu solicitei e tive que fazer a atualização do projeto, isso demora um pouco, e ainda tem o processo de licitação. Essa rodovia é importante para o Piauí, pois faz a ligação de Miguel Alves com Barras. Estamos providenciando o mais rápido possível para realizar essa obra”,disse o governador Wellington Dias.
Presente no evento de comemoração da cidade, o líder político Carlos Monte foi um dos que cobrou a construção da continuação da PI 110.
Em 2012, ainda no Governo Wilson Martins (PSB), o Departamento de Estradas e Rodagens do Piauí (DER-PI) divulgou a construtora vencedora que iriai asfaltar o trecho da rodovia PI-110 numa extensão de 77,54 km.
A proposta vencedora foi a da construtora Artec Ltda, de Brasília, que apresentou o valor de R$ 23.690.459,99. As empresas que perderam a licitação foram: CONSTRUTORA SUCESSO (R$ 23.814.696,64), GETEL (R$ 23.900.114,16) e HIDROS (R$ 24.095.838,56). As empresas ainda podem recorrer.
Não se sabe o motivo pelo qual a estrada não foi construída. Da mesma forma não se sabe o motivo pelo qual W. Dias não asfaltou a estrada em seu primeiro govermo e nem tão pouco onde foi parar o dinheiro!

wellinton carlos monte
Reações:
 
Top